Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Local

Crime

Polícia investiga assassinato de frei capuchinho em Caruaru

A suspeita mais forte é de que o religioso tenha sido vítima de um latrocínio

Publicado em: 03/01/2019 09:10 | Atualizado em: 03/01/2019 12:08

FOTO: Facebook / Reprodução  (FOTO: Facebook / Reprodução )
FOTO: Facebook / Reprodução (FOTO: Facebook / Reprodução )
A Polícia Civil investiga o assassinato de um religioso da Ordem dos Capuchinhos, que foi morto no Parque 18 de Maio, no bairro de Vassoural, em Caruaru, no Agreste. O crime ocorreu da última terça-feira (1°), nas proximidades da Feira do Milho. Frei Anderson da Silva Sobral, 32 anos, foi encontrado com uma facada nas costas, com sinais de luta corporal e com um preservativo usado ao lado do corpo. Sua carteira com dinheiro e documentos foi roubada. Anderson, que estava de férias em Caruaru, teve o corpo reconhecido no Instituto de Medicina Legal de Caruaru por um parente.

As suspeitas da polícia é que a vítima tenha sido vítima de latrocínio, roubo seguido de morte. Testemunhas já informaram aos policiais que uma mulher teria visto o frade com uma grande quantidadade de dinheiro na carteira, o que teria despertado a intenção do roubo. De acordo com o delegado Márcio Martins, da Delegacia de Homícidios de Caruaru, não se sabe ainda se o frade foi morto por um homem ou uma mulher.  

"Encontramos um preservativo usado, mas não podemos ainda afirmar que foi usado pelo religioso. Só depois que tivermos o laudo pericial do Instituto de Medicina Legal", informou o delegado Márcio Martins, que assumiu as investigações. O corpo de Anderson Sobral será sepultado nesta quinta-feira (3), às 11h, no Cemitério Parque dos Arcos, em Caruaru. 

INVESTIGAÇÃO - A Polícia chegou a deter nesta quarta-feira (2) um homem de 25 anos e uma mulher de 33, suspeitos de envolvimento com o crime. O casal prestou depoimento, mas foi liberado por falta de provas, que o implicasse. No entanto, a Polícia solicitou a coleta de material genético dos dois para a realização de exame de DNA. 

PESAR - A Diocese de Caruaru divulgou nota lamentando a  morte e informando que a notícia foi recebida com surpresa e pesar. A Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) também lamentou a morte do religioso capuchinho. Eis a nota divulgada pelo reitor em exercício, professor Degislando Nóbrega de Lima: 

"A Universidade Católica de Pernambuco lamenta profundamente a morte de frei Anderson da Silva Sobral (OFM Cap) e, com terno espírito de fraternidade, expressa seus pêsames e condolências a todos que formam a Ordem dos Frades Menores Capuchinhos no Brasil, bem como aos familiares e amigos do Frei Anderson da Silva Sobral. E, em solidária expressão de unidade, pede a todos os seus funcionários e professores que rezem pela paz do Frei Anderson e pela sua família". 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Moradores cobram inauguração da Upinha Rio da Prata
A importância de um atendimento farmacêutico correto
Primeira Pessoa com Padre Reginaldo Veloso
Sobre Vidas: Casinha - Associação dos Amigos da Vila do Papelão
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco