Diario de Pernambuco
Busca

EXPEDIÇÃO

Mandados de prisão contra suspeitos de matar Marielle foram expedidos por Alexandre de Moraes

Foram presos o deputado federal Chiquinho Brazão (União-RJ); o irmão dele, Domingos Brazão; e o ex-chefe da PCRJ Rivaldo Barbosa

Publicado em: 24/03/2024 11:30 | Atualizado em: 24/03/2024 11:38

O ministro do STF Alexandre de Moraes (Crédito: Carlos Moura/SCO/STF)
O ministro do STF Alexandre de Moraes (Crédito: Carlos Moura/SCO/STF)

Sorteado no Supremo Tribunal Federal (STF) para ser o relator do caso que investiga o assassinato da vereadora do PSol Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, Alexandre de Moraes foi o ministro responsável por emitir os mandados de prisão contra os suspeitos de serem os mandantes do crime. Moraes também assinou o pedido de cuprimento para 12 mandados de busca e apreensão.

 

A partir da expedição da ordem, no começo da manhã deste domingo (24/3), a Polícia Federal prendeu três suspeitos de mandar matar Marielle Franco. Foram presos o deputado federal Chiquinho Brazão (União-RJ); o irmão dele, Domingos Brazão, que é conselheiro do Tribunal de Contas do Rio; e o ex-chefe da Polícia Civil do Rio Rivaldo Barbosa.

 

O caso chegou à Suprema Corte em 14 de março porque foi identificado que havia um suspeito de ser o mandante com foro privilegiado, que é o direito de algumas autoridades que ocupam cargos públicos de serem julgadas em matéria penal, crimes comuns ou de responsabilidade, em tribunais superiores. Em seguida, Moraes foi sorteado como relator.

 

Confira a matéria completa no Metrópoles

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL