Diario de Pernambuco
Busca

Eleições 2024

Lupércio anuncia Mirella Almeida como sucessora na disputa pela prefeitura de Olinda

Atual secretária de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação do município tem apoio de PSD, André de Paula e Raquel Lyra

Publicado em: 11/03/2024 15:11 | Atualizado em: 11/03/2024 16:46

Professor Lupércio (PSD) anunciou Mirella Almeida como sua sucessora na disputa eleitoral pelo Partido Social Democrático (PSD) (Divulgação)
Professor Lupércio (PSD) anunciou Mirella Almeida como sua sucessora na disputa eleitoral pelo Partido Social Democrático (PSD) (Divulgação)
O prefeito de Olinda, Professor Lupércio (PSD), anunciou nesta segunda-feira (11) que a secretária de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação do município, Mirella Almeida, será sua sucessora na disputa eleitoral pelo Partido Social Democrático (PSD).
 
“Mirella tem experiência em gestão pública. Está preparada para dar continuidade ao projeto de transformação da vida das pessoas. Conhece a cidade e eu estarei bem representado porque ela conhece a gestão”, disse Lupércio em entrevista à Rádio Folha.
  
A indicação vem não apenas com o apoio do atual prefeito, mas também da presidência do PSD, do Ministro da Pesca e Aquicultura André de Paula (PSD), e da governadora Raquel Lyra (PSDB). Mirella também é casada com o vereador Felipe Nascimento (Solidariedade), sobrinho de Lupércio.
 
No anúncio, Lupércio também afirma que Mirella deve se filiar ao PSD ainda este mês. O prazo para a candidatura vai até 5 de abril.
 
Do outro lado do pleito, o PSB também já indicou que a deputada estadual Gleide  ngelo, candidata mais votada da história de Pernambuco nas eleições de 2018, deve sair na disputa pela prefeitura de Olinda.
 
Nos Estados Unidos
 
Enquanto Lupércio anunciava sua candidatura, Mirella Almeida chegou a Nova Iorque para participar da Comissão sobre a Situação das Mulheres (Commission on the Status of Women - CSW, em inglês), da ONU.
 
A tradicional reunião acontece há mais de 60 anos em Nova Iorque, e é uma dos maiores encontros anuais de lideranças mundiais, ONGs, empresas e ativistas, e discute a situação dos direitos das mulheres em escala global.
 
Mirella é uma das poucas representantes do Brasil na comissão, participando de palestras e debates sobre questões socioeconômicas relacionadas ao gênero feminino, e acompanhando discussões sobre pobreza relacionada a gênero, e também feminicídio.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL