Diario de Pernambuco
Busca

PALÁCIO DA ALVORADA

Deputados de oposição denunciam Lula à PGR por 'móveis do Alvorada'

Parlamentares alinhados a Bolsonaro argumentam que Lula fez falsas acusações contra o ex-presidente

Publicado em: 20/03/2024 20:18


Primeira-dama Janja da Silva disse ter encontrado o Palácio da Alvorada mal-cuidado, quebrado e com móveis faltando (foto: EVARISTO SA / AFP
)
Primeira-dama Janja da Silva disse ter encontrado o Palácio da Alvorada mal-cuidado, quebrado e com móveis faltando (foto: EVARISTO SA / AFP )

A oposição ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na Câmara dos Deputados reagiu à notícia de que todos os 261 móveis do Palácio da Alvorada, que supostamente estavam desaparecidos, foram encontrados nesta quarta-feira (20/3). O assunto virou polêmica porque Lula e a primeira-dama Janja haviam insinuado que os bens teriam sido levados pelo casal Bolsonaro.

 

Os deputados alinhados ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) apresentaram uma denúncia à Procuradoria-Geral da República (PGR), segundo noticiou o portal “O Antagonista", alegando falsa comunicação de crime e ato de improbidade administrativa.

 

O caso havia sido comunicado por Janja e Lula ainda no início do mandato, quando o casal presidencial se hospedou em um hotel enquanto o Alvorada passava por reformas. Eles alegaram que a residência oficial da Presidência tinha sido deixada em “péssimas condições" por Bolsonaro e Michelle e posteriormente fizeram a compra de novos móveis para o palácio.

 

Nas redes sociais, os deputados comentaram o caso. O líder da oposição, deputado Carlos Jordy (PL-RJ), disse que Lula e Janja haviam acusado Bolsonaro de furto. “A acusação levou o desgoverno a comprar móveis de luxo para repor os itens que haviam dito que teriam sido furtados. Agora a Secretaria de Comunicação afirma que houve um 'esforço' para localizar os objetos. Irresponsáveis!”, escreveu.

 

A presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Carol De Toni (PL-SC), ironizou o caso e disse que os móveis foram “milagrosamente” encontrados. “A falsa acusação veio à tona e ficou provado que tudo não passava de uma cortina de fumaça para torrar o dinheiro do pagador de impostos”, frisou.

 

 

 

Já o deputado Coronel Chrisóstomo (PL-RO), questionou se o caso terá repercussão na Justiça. “A dupla que ocupa o Alvorada passou meses acusando injustamente o presidente Bolsonaro e Michelle. Os móveis foram encontrados no próprio Alvorada. E agora? Vai ter PF na casa de alguém? Ação no STF?”, disse.

 

 

Confira as informações no Estado de Minas

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL