Diario de Pernambuco
Busca

CRISE

Quatro deputados pernambucanos estão na lista oficial do pedido de impeachment contra Lula

Documento tem previsão de ser protocolado, nesta terça-feira (20), e toma como base fala do presidente comparando a guerra na Faixa de Gaza ao Holocausto

Publicado em: 20/02/2024 09:39 | Atualizado em: 20/02/2024 10:47

A deputada, Clarissa Tércio, do PL, integra a relação (Alepe/Divulgação)
A deputada, Clarissa Tércio, do PL, integra a relação (Alepe/Divulgação)

Quatro deputados pernambucanos estão na lista oficial do pedido de impeachment contra Lula. Após fala do presidente sobre Israel, o instrumento já alcança 92 asssinaturas pelo país e deve ser protocolado, já nesta terça-feira (20). Os parlamentares Clarissa Tércio (PP); assim como o Coronel Meira, Fernando Rodolfo e Pastor Eurico, todos filiados ao PL no estado; se alinham ao clamor da também deputada Carla Zambelli, da mesma legenda em São Paulo, que tem encabeçado o movimento.

O argumento toma como base o trecho do Artigo 5, da Lei nº 1.079/1950, que caracteriza como de responsabilidade contra a existência política da União “cometer ato de hostilidade contra nação estrangeira, expondo a República ao perigo da guerra, ou comprometendo-lhe a neutralidade”.

A crise diplomática causada pelos comentários do presidente Lula (PT) comparando a guerra na Faixa de Gaza ao Holocausto vem se itensificando, desde o ínício da semana. Nesta esteira, Israel declarou o petista como “persona non grata” enquanto o Brasil convocou o embaixador israelense em Brasília.

No último domingo (18), em Adis Abeba, capital etíope, onde participou como convidado da cúpula anual da União Africana, Lula declarou que a ofensiva de Israel contra o movimento islamista Hamas, em Gaza, não era “uma guerra, mas um genocídio” e a comparou a “quando Hitler decidiu matar os judeus”.

Contrariando as alianças, quatro partidos que possuem ministérios da gestão de Lula, também aparecem no pedido de impeachment, são eles União Brasil, Republicanos, Partido Social Democrático (PSD) e Partido Progressistas (PP). Juntos, os grupos respondem por 20 assinaturas, sendo cinco do PP, duas do PSD, três do Republicanos e 10 do União Brasil.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL