Diario de Pernambuco
Busca

SÃO PAULO

Bolsonaristas são barrados por corintianos no metrô; veja o vídeo

Torcedores iam para jogo do Corinthians na Neo Química Arena, enquanto bolsonaristas voltavam de ato na Avenida Paulista

Publicado em: 26/02/2024 20:30


Corintianos impediram entrada de bolsonaristas mesmo com o metrô vazio (foto: Reprodução/Redes Sociais)
Corintianos impediram entrada de bolsonaristas mesmo com o metrô vazio (foto: Reprodução/Redes Sociais)

Viralizou nas redes sociais um vídeo de torcedores do Corinthians impedindo o embarque de apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) no metrô de São Paulo, nesse domingo (26). Centenas de bolsonaristas estavam se dispersando do ato “em defesa da democracia” na Avenida Paulista.

 

 

 

 

Os corintianos se deslocavam para a Neo Química Arena, onde o time enfrentou a Ponte Preta, pelo Campeonato Paulista de Futebol, na parte da noite. No vídeo, os torcedores evitaram a entrada de pessoas com camisas verdes e amarelas, além de cantarem musicas de arquibancadas. Porém, o vagão não estava lotado.

 

Segundo um levantamento de pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), o evento do ex-presidente conseguiu reunir 185 mil pessoas. Por outro lado, a Secretária de Estado de Segurança Pública de São Paulo, sob a gestão do governador Tarcísio de Freitas (Republicanos), estimou uma presença de 600 mil pessoas. O jogo do Corinthians reuniu um público de 41 mil torcedores.

 

Outros vídeos que circulam nas redes mostram o encontro entre torcedores e bolsonaristas dentro do modal. Os corintianos gritavam cânticos contra o ex-presidente.

 

O ex-presidente convocou as manifestações após ser alvo de uma operação da Polícia Federal (PF) que investiga a existência de uma organização criminosa que estaria tramando um golpe de estado, antes de Bolsonaro deixar o Palácio do Planalto. O antigo mandatário alega que está sendo perseguido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), e que nunca houve trama golpista no seu entorno.

 

 

 

No domingo, Bolsonaro disse buscar a pacificação do país, pediu anistia aos presos pelo ataque do 8 de janeiro de 2023. O ex-presidente também adotou um discurso mais ameno em relação ao STF, mesmo sendo conhecido pelos ataques contra a corte.

 

 

Confira as informações no Estado de Minas

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL