Diario de Pernambuco
Busca

CONTAS

Valdecir Pascoal assume comando no TCE-PE

Pela segunda vez, à frente do órgão, ele destaca medidas de fortalecimento da comunicação, ampliando o diálogo com os cidadãos

Publicado em: 06/01/2024 08:45

Pascoal lembrou a importância  da convivência equilibrada no universo digital (Foto: Rômulo Chico / DP)
Pascoal lembrou a importância da convivência equilibrada no universo digital (Foto: Rômulo Chico / DP)

Com desafios e o ávido desejo de pavimentar novos caminhos, Valdecir Pascoal vai assumir, nesta segunda-feira (8), a presidência do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE). O gestor visitou a redação do Diario de Pernambuco, na área central do Recife, sendo recebido pela diretora de jornalismo, Paula Lousada. Em sua segunda passagem pelo foro fiscalizador, dez anos depois, ele destacou pontos importantes como o fortalecimento da comunicação, estreitando o diálogo com os cidadãos; assim como a redução das desigualdades.

“Cada centavo do dinheiro público aplicado deve assumir uma responsabilidade efetiva de transformação, de bem-estar e de melhoria na vida das pessoas”, afirmou Pascoal.  Ele trouxe o convite da cerimônia de posse, marcada para às 17h, no auditório da Escola Judicial de Pernambuco (Esmape), no bairro da Ilha Joana Bezerra. “Ao longo dos anos, o Tribunal tem se aprimorado, seguindo um roteiro estratégico, pautado sempre na troca de experiências e ampliando a relação com lideranças, em diferentes níveis”, disse.

Valdecir Pascoal lembrou a importância da democracia, além da necessidade de uma convivência equilibrada no universo digital. “Hoje, as redes sociais ganharam força e dimensão muito grandes. São instrumentos de observação, para acompanhar a vida pública, mas também acabam sendo desviados para desserviços, como a proliferação de notícias falsas. É preciso racionalidade, entendendo que a internet não é um campo sem dono ou sem regras”, afirmou. Na nova trajetória profissional, o presidente deve reforçar ferramentas de facilitação, como a inteligência artificial, otimizando processos dentro e fora do órgão.

Outro ponto, asseverado por Pascoal, foi a importância da segurança pública, incluindo o policiamento ostensivo, a construção de presídios e o alinhamento entre estado e municípios para o investimento correto de recursos. “São eixos fundamentais para aprimorar as instituições e garantir o respeito”, pontuou. Na esteira, também está o cuidado e a preservação do patrimônio histórico, assim como instrumentos para uma atenção especial aos idosos. 

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL