Diario de Pernambuco
Busca

CPI

Padre Júlio Lancellotti liga para Nunes e aliados desistem de CPI

Proposta de instalação de CPI deve ser analisada pela Câmara a partir de fevereiro, mas parte dos vereadores da base já retiraram assinatura

Publicado em: 04/01/2024 17:22 | Atualizado em: 04/01/2024 18:13

Padre Júlio Lancellotti (à esquerda) e o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (à direita)  (foto: Reprodução)
Padre Júlio Lancellotti (à esquerda) e o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (à direita) (foto: Reprodução)

O padre Júlio Lancellotti, da Pastoral do Povo de Rua, e o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), conversaram por telefone na noite desta quarta-feira (03), após a divulgação da proposta de criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigá-lo na Câmara Municipal da cidade. Nesta quinta (04), a repercussão em torno do tema fez com que parte da base do prefeito desistisse de apoiar a criação da comissão.

 

O prefeito afirma que o requerimento que circulou entre os vereadores não fez nenhuma menção ao padre. O pedido era para a instalação de uma CPI para investigar “as Organizações Não Governamentais (ONGs) que fornecem alimentos, utensílios para uso de substâncias ilícitas e tratamento aos grupos de usuários que frequentam a região da Cracolândia”.

 

Nunes já criticou a ação de entidades como a organização Craco Resiste, que promove ações assistenciais aos dependentes químicos do fluxo, e propõe medidas mais duras para parte dos usuários, como a internação compulsória. Mas ressalta que o requerimento não mirava as ações do padre católico. Ele ressaltou esse ponto na conversa com o padre.

 

 

Confira as informações completas no Metrópoles

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL