Diario de Pernambuco
Busca

SEGURANÇA PÚBLICA

Pacheco rebate Flávio e nega ''inércia'' do Senado em PL da ''saidinha''

Segundo o filho do ex-presidente Jair Bolsonaro e autor do projeto de lei, o PL que revoga a saída temporária de presos estaria travado no Senado

Publicado em: 10/01/2024 13:20 | Atualizado em: 10/01/2024 13:26

Pacheco: ''Alguns desavisados e alguns demagogos atribuíram ao Senado inércia em relação a esse projeto. Não houve inércia do Senado. O projeto chegou ao Senado, e eu, como presidente, despachei à Comissão de Segurança Pública'' (Crédito: Roque de Sá/Agência Senado)
Pacheco: ''Alguns desavisados e alguns demagogos atribuíram ao Senado inércia em relação a esse projeto. Não houve inércia do Senado. O projeto chegou ao Senado, e eu, como presidente, despachei à Comissão de Segurança Pública'' (Crédito: Roque de Sá/Agência Senado)

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), rebateu as críticas de Flávio Bolsonaro (PL-RJ) sobre o projeto de lei que revoga a saída temporária de presos. Segundo o filho do ex-presidente Jair Bolsonaro, o PL estaria travado na Casa.

 

Pacheco afirmou, na terça-feira (9/1), que o texto que extingue as “saidinhas” foi despachado na Comissão de Segurança Pública. “Alguns desavisados e alguns demagogos atribuíram ao Senado inércia em relação a esse projeto. Não houve inércia do Senado. O projeto chegou ao Senado, e eu, como presidente, despachei à Comissão de Segurança Pública.”

 

Flávio, que é o relator da proposta, usou suas redes sociais mais cedo para acusar o PT de estar impedindo a votação da matéria.

 

“Em maio de 2023, fui designado relator do PL que acaba com o saídão dos presos. Em um mês, já apresentei o relatório favorável ao PL. Por manobras regimentais de senadores do PT, que são favoráveis aos saídões, ele está parado há quase sete meses sem ser votado. Vamos honrar o sargento PM Dias”, disse ele.

 

Parlamentares comentam, no entanto, que Flávio tem demorado a formular seu parecer.

 

Com a morte do policial militar Roger Dias, na semana passada, baleado na cabeça em Belo Horizonte (MG), ao tentar abordar um homem que estava em saída temporária, o debate em torno do benefício foi reacendido.

 

De autoria do deputado Pedro Paulo (PSD-RJ), o PL extingue a saída temporária, e prevê a realização de exame criminológico antes da progressão de regime e o uso de tornozeleira eletrônica nos detentos.

 

Seo: saída temporária, saidinha preso Senado, projeto fim da saidinha, saída temporária PM morto BH, noticias do dia, noticias perto de, noticias do df, correio braziliense.

 

As informações são do Correio Braziliense. 

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL