Diario de Pernambuco
Busca

ELEIÇÕES

Júnior Matuto coloca seu nome na disputa por Paulista

Ex-prefeito do município, entre 2013 e 2020, o socialista fez críticas à atual gestão e assegurou ter apoio do PSB para ser o candidato

Publicado em: 10/01/2024 09:20

Pré-candidato, Matuto visitou a redação do Diario de Pernambuco (Foto: Rafael Vieira / DP)
Pré-candidato, Matuto visitou a redação do Diario de Pernambuco (Foto: Rafael Vieira / DP)

Melhorias em eixos vitais, como a saúde e a educação, estão entre as bandeiras defendidas por Júnior Matuto (PSB), que se coloca como opção para voltar ao comando da Prefeitura do Paulista, na Região Metropolitana do Recife. Em visita a redação do Diario de Pernambuco, o ex-gestor destacou a necessidade de mudanças acentuadas na estrutura da cidade, a qual governou por dois mandatos, entre os anos de 2013 a 2020. Segundo ele, o apoio integral do partido e a articulação de uma base sólida de aliados, são pontos que já estão assegurados.

“A grande pauta dessa eleição será o comparativo entre os 12 anos do atual prefeito e os meus oito anos. Como, até hoje, tudo que ele prometeu não cumpriu, assistimos a um efeito direto na administração. A realidade é que Paulista é uma cidade grande, dinâmica, e isso requer uma liderança presente, que tome conta, ande nas ruas e conheça as necessidades do povo. Será um pleito bastante polarizado e a população já enxerga em nós a esperança de mudar de verdade”, afirma Matuto, se referindo ao atual mandatário, Yves Ribeiro (PT).

Conforme o ex-prefeito, entre as ações que buscará fortalecer figuram serviços de saúde, como a disponibilização de mais exames médicos, consultas e também a oferta de medicamentos gratuitos. Na área da educação, ele pontuou a valorização salarial dos professores e melhoria da merenda disponível nas escolas da rede municipal. “É preciso acabar com o sistema de rodízio atual, onde as crianças ficam sem aula em alguns dias da semana”, criticou. Na lista aparecem, ainda, obras estruturais, como pavimentação de vias, iluminação e limpeza pública.

"Para se ter a noção, quando assumimos a prefeitura, lá atrás, ela estava como a segunda pior do Brasil na educação. Mas com muito esforço, conseguimos elevar para níveis comparados ao Recife, mesmo tendo uma realidade financeira completamente diferente. Hoje vemos a saúde como a segunda pior, marcando também esse desempenho pífio”, apontou Júnior Matuto, que não conseguiu se eleger deputado estadual, em 2022.

ARQUIVAMENTO
Matuto foi afastado do cargo, por duas vezes, em julho e outubro de 2020, em consequência das operações Chorume e Locatário, da Polícia Civil. As medidas investigaram fraudes em contratos de limpeza urbana e um suposto esquema de dispensa de licitações para aluguel de prédios públicos, assinalando um desvio de R$ 21 milhões e R$ 900 mil, respectivamente. "Foi uma manobra política, pois nós seguimos toda a orientação do Tribunal de Contas, afastamos a empresa e realizamos toda a apuração. Porém, após terminar a eleição, foi emitido um parecer favorável e o processo foi totalmente arquivado”, explicou.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL