Diario de Pernambuco
Busca

CONGRESSO NACIONAL

Senadores adiam votação de PEC que pode diminuir poderes de ministros do STF

Receio de derrota e quórum baixo fizeram oposição atuar pelo adiamento. Projeto deve voltar a pauta já nesta quarta-feira (22)

Publicado em: 21/11/2023 19:56



Líderes oposicionistas afirmaram que alguns ministros do STF estão ligando e pressionando senadores a votarem contra  (foto: Minervino Júnior/CB/D.A.Press)
Líderes oposicionistas afirmaram que alguns ministros do STF estão ligando e pressionando senadores a votarem contra (foto: Minervino Júnior/CB/D.A.Press)

Os senadores aprovaram por 48 votos a 20, o adiamento desta terça-feira (21) para esta quarta-feira (22) da votação da emenda constitucional que reduz os poderes dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). A apreciação da PEC que limita decisões monocráticas de ministros da Corte será votada em dois turnos já nesta quarta.

 

Ao todo, 70 senadores votaram, dos 81. É um quórum considerado baixo para se votar uma mudança constitucional, que requer o mínimo de 49 votos. Alguns parlamentares não chegaram ainda a Brasília. 

 

O que os senadores votaram nesta terça foi o chamado calendário especial, que quebra o interstício de sessões e permite que os dois turnos ocorram na sequência, no mesmo dia. Foi o que ocorreu com a reforma tributária, por exemplo.

 

A oposição ficou com receio da derrota se o texto fosse votado nesta terça. Líderes oposicionistas afirmaram que alguns ministros do STF estão ligando e pressionando senadores a votarem contra.

 

 

Confira as informações no Correio Braziliense.  

Tags: senado | stf | adiamento | votação | pec |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL