Diario de Pernambuco
Busca

MULHERES NO STF

Lula diz que gênero não será critério na escolha de novo ministro do STF

Presidente terá que indicar o substituto da ministra Rosa Weber, que se aposenta do STF no dia 28 de setembro

Publicado em: 25/09/2023 16:09 | Atualizado em: 25/09/2023 16:25

Com aposentadoria de Rosa Weber, STF terá apenas uma mulher (foto: Ricardo Stuckert/PR)
Com aposentadoria de Rosa Weber, STF terá apenas uma mulher (foto: Ricardo Stuckert/PR)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deve indicar, até a próxima semana, o substituto do Procurador-Geral da República (PGR), Augusto Aras, assim como o nome que vai ocupar a cadeira deixada pela ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF). Pressionado por setores da esquerda a indicar uma mulher negra à Corte máxima do país, o petista afirmou que esse não será o critério da sua decisão.

 

Em entrevista no Palácio do Itamaraty, após se reunir com o primeiro-ministro do Vietnã, Pham Minh Chinh, nesta segunda-feira (25/09), Lula disse que indicará pessoas que possam atender às expectativas do Brasil, mas que não tem pressa para anunciar os nomes.

 

"O critério não será mais esse [gênero]. Eu estou muito tranquilo, por isso que eu tô dizendo que eu vou escolher uma pessoa que possa atender aos interesses e expectativas do Brasil. Uma pessoa que tenha respeito com a sociedade brasileira, mas não tenha medo da imprensa. Uma pessoa que vote adequadamente sem ficar votando pela imprensa", disse.

 

     

 

O chefe do poder Executivo disse, ainda, que várias pessoas estão na “mira” e que, no momento, certo serão anunciadas. “Eu preciso indicar a pessoa mais correta que eu conhecer e a pessoa que eu tenha mais fé de que vai ser uma grande pessoa na Suprema Corte, que é isso que o Brasil tá precisando", completou Lula.

 

O presidente ainda se prepara para uma cirurgia no quadril na próxima sexta-feira (29/09), e participou da reunião com o vietnamita de máscara. Segundo ele, as dores na região o seguem desde agosto do ano passado, em plena corrida eleitoral.

 

“A minha cirurgia é apenas para cuidar da saúde. Eu quero voltar a jogar bola, eu quero voltar a correr, eu quero voltar a fazer esteira, eu quero voltar a fazer ginástica. Dói para dormir, dói para acordar, dói para levantar, dói para sentar, dói para ficar em pé", disse.

 

Devido ao procedimento, o petista precisou cancelar compromissos marcados para Minas Gerais na quarta-feira (27/09). Essa seria a primeira vez que Lula viria ao estado desde a vitória sobre Jair Bolsonaro (PL) no último pleito presidencial.

 

 

Confira as informações no Estado de Minas 

Tags: Rosa Weber | lula | gênero | stf |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL