Diario de Pernambuco
Busca

SAÚDE

'Senado vai manter decisão de derrubar o rol taxativo', diz deputado

Publicado em: 05/08/2022 20:14

 (Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)
Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
Na quarta-feira (03), a Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei que derrubou o caráter taxativo do rol de procedimentos médicos (PL 2033/22). A medida oferece a possibilidade de continuar tratamentos de saúde que poderiam ser excluídos da cobertura dos planos. Em conversa com Carlos Alexandre de Souza, editor de política do Correio, o deputado federal Dr.Leornardo (Republicanos/GO), avalia que o Senado deverá seguir o mesmo entendimento da Câmara, tornando o rol somente exemplificativo.

"A gente sabe que os planos de saúde vão tentar judiciliazar. Mas estamos tratando de saúde, e quando você deixa de oferecer tratamento, isso pode ter uma consequência grave", defende o deputado, que é médico e pai de um autista.

Leonardo argumenta que saúde é um direito e deve estar acessível para a população. A possibilidade do rol se tornar taxativo gerou mobilização de famílias que precisam de tratamento médico, como as crianças autistas, por exemplo.

Na interpretação taxativa, tratamentos poderiam ser negados, sem chance de reconhecimento pelo meio judicial.

Qual é o papel das agências reguladoras?
"As agências têm o papel de trazer segurança para novas terapias e medicações, mas elas estão demorando, estão atrasadas. Têm que vencer as burocracias e serem mais céleres, pois a ciência médica está avançando", destaca o deputado.
TAGS: rol taxativo | saúde | senado | ans |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL

Lula promete criação de ministérios para indígenas e pequenas empresas

18/08/2022 às 22h16

Frente inter-religiosa publica nota de repúdio a Michelle Bolsonaro

18/08/2022 às 21h59

Ciro Gomes fala em reforma da CLT, caso seja eleito

18/08/2022 às 21h57

Sem comentar sobre agressão, Bolsonaro usa live para criticar esquerda

18/08/2022 às 21h55

Soraya Thronicke assina compromisso com Presidente Amigo da Criança

18/08/2022 às 21h39

Bolsonaro defende escolha de ministros por critérios técnicos

18/08/2022 às 21h36

Vera Lúcia diz que prioridade do seu governo será combate à fome

18/08/2022 às 21h34

Sofia Manzano vê reforma agrária como solução para desigualdade social

18/08/2022 às 21h32

Sebastião Oliveira viabiliza apoio de André Janones à Marília Arraes

18/08/2022 às 19h22

Datafolha: 51% dizem não votar em Bolsonaro de jeito nenhum

18/08/2022 às 19h21

Datafolha: Bolsonaro cresce, vai a 32% e vantagem de Lula cai para 15 pontos

18/08/2022 às 19h17

TSE informa tempo dos candidatos à Presidência no horário eleitoral

18/08/2022 às 19h14

Eymael assina termo de compromisso Presidente Amigo da Criança

18/08/2022 às 19h09

Raquel Lyra participa de sabatina e apresenta propostas para o empreendedorismo em PE

18/08/2022 às 18h50

Felipe D'Avila diz que prioridade é fazer economia voltar a crescer

18/08/2022 às 18h47

STF: nova Lei de Improbidade não retroage para casos julgados

18/08/2022 às 18h45

Miguel cumpre agenda no camelódromo e promete zerar ICMS para microeemprededores

18/08/2022 às 18h24

Lira sobre ataques às urnas: 'Só leva à insegurança e instabilidade no país'

18/08/2022 às 18h19