Diario de Pernambuco
Busca

ELEIÇÕES 2022

Paulo Teixeira: 'A violência política que Bolsonaro promove é inaceitável'

Publicado em: 02/08/2022 16:05

 (crédito: ED ALVES/CB/D.A.Press)
crédito: ED ALVES/CB/D.A.Press
O secretário-geral do PT, deputado federal Paulo Teixeira, avaliou, nesta terça-feira (2), que o presidente Jair Bolsonaro levou o povo brasileiro ao sofrimento. Ele citou problemas na gestão do atual governo, como a alta do desemprego, a falta de comida na mesa dos brasileiros, além do descaso com a pandemia. Em entrevista ao programa CB.Poder, uma parceria entre o Correio Braziliense e a TV Brasília, Paulo Teixeira também detalhou atos de campanha que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem feito.

"Lula tem ido à rua. Ele fez um ato muito grande em Uberlândia depois desse ato, ele fez um no Rio de Janeiro, na Cinelândia, seguiu para o Recife. Fez ato público no Ceará e está agora na Paraíba. Ele vai para o Piauí amanhã. Então, ele está andando muito e fazendo atos públicos importantes. Já estão previstos dois grandes lançamentos da campanha do presidente Lula. No dia 20, será em São Paulo e, dia 21, em Belo Horizonte."

Violência Política e Segurança
 
Ao ser questionado a respeito da segurança do candidato, Teixeira afirmou que efetivamente Lula tem segurança. "A primeira segurança é do povo brasileiro. Quem vai numa manifestação com ele está ajudando a garantir a segurança dele. Em segundo lugar, ele tem a segurança própria, em terceiro agora se somou a segurança que é destinada aos candidatos pela Polícia Federal. Assim, ele tem uma segurança forte por conta dessa violência política que esse presidente promove."

Teixeira citou o assassinato do do tesoureiro do PT em Foz do Iguaçu (PR), Marcelo Arruda, pelo policial penal federal e apoiador de Bolsonaro Jorge Guaranho. Marcelo comemorava 50 anos quando foi morto a tiros na própria festa de aniversário, que tinha como tema o PT e o ex-presidente Lula.

"Essa violência política é inaceitável, nós queremos debater o Brasil, debater os problemas como o desemprego, salários baixos, como ter mesa farta para o povo brasileiro. Porque hoje em dia o povo brasileiro não tem a mesa farta. O custo do botijão de gás, do óleo, do café estão altos e esse presidente não controla."

Orçamento secreto
 
Teixeira citou que, caso Lula seja eleito, o orçamento secreto será extinto. A liberação de verba remete a um tipo de emenda parlamentar, a de relator, com o código técnico RP-9. Ela ganhou esse apelido devido à falta de transparência na aplicação dos recursos.

"Esse é o mau hábito. É o hábito do desperdício, o que eles estão fazendo é desperdiçar dinheiro e tem muita corrupção. Tem que acabar, eu acho que o Lula vai ter uma maioria congressual. E é muito importante que o povo vote nos candidatos a deputado federal e senadores junto do time do Lula para garantir esse apoio congressual. Tem que acabar com o orçamento secreto que é uma vergonha pro Brasil. O que Lula vai fazer são grandes projetos de investimento."
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL

Lista de convidados da posse de Moraes no TSE repercute no meio político

18/08/2022 às 08h47

Bolsonaro participa do lançamento da candidatura de Tarcísio em SP

18/08/2022 às 08h32

'Estou mais experiente, sei o que é governar e como governar', diz Lula

18/08/2022 às 08h28

Lula sobre corrupção: 'No meu governo houve investigação e transparência'

17/08/2022 às 22h54

'Os servidores terão reajuste no ano que vem', promete Bolsonaro

17/08/2022 às 22h32

Bolsonaro promete zerar impostos sobre combustíveis também em 2023

17/08/2022 às 22h24

PF afirma que Bolsonaro incitou crime ao relacionar vacina e Aids

17/08/2022 às 22h16

Soraya Thronicke propõe substituir impostos federais por um só tributo

17/08/2022 às 21h11

Vera Lúcia quer garantia de igualdade na disputa eleitoral

17/08/2022 às 21h02

Sofia Manzano defende investimentos em instituições públicas

17/08/2022 às 20h59

Felipe D%u2019Avila defende melhora do ensino básico

17/08/2022 às 20h56

Câmara do Rio rejeita recurso de vereador contra pedido de cassação

17/08/2022 às 20h39

STF retoma julgamento sobre nova Lei de Improbidade

17/08/2022 às 20h37

Desfile de 7 de Setembro foi cancelado no Rio de Janeiro, diz prefeito

17/08/2022 às 20h32

Lula: 'Bolsonaro decidiu tentar enganar o povo às vésperas da eleição'

17/08/2022 às 19h52

Senado aprova marco regulatório para exploração de energia em alto mar

17/08/2022 às 19h50

General toma posse como ministro do Superior Tribunal Militar

17/08/2022 às 19h49

Carlos explica presença na posse de Moraes: 'Pedi para ir e meu pai deixou'

17/08/2022 às 19h39