Diario de Pernambuco
Busca

ELEIÇÕES

Pablo Marçal simula renúncia da candidatura após acordo entre PT e Pros

Publicado em: 03/08/2022 21:03

 (Pablo Marçal ainda disse que a candidatura está registrada e que confia na Justiça. Foto: Youtube/Reprodução)
Pablo Marçal ainda disse que a candidatura está registrada e que confia na Justiça. Foto: Youtube/Reprodução
Horas após o Partido dos Trabalhadores (PT) anunciar acordo com o Pros para a sigla apoiar o ex-presidente Lula (PT) no pleito de outubro, Pablo Marçal, então pré-candidato à Presidência pelo Pros, simulou uma renúncia da candidatura, na noite desta quarta-feira (3). O empresário convocou um encontro híbrido às pressas no início da noite desta quarta-feira com o assunto "A renúncia de Pablo Marçal".

Com a presença de seguidores e da imprensa na sede da empresa de treinamento dele, em Alphaville (SP), Pablo falou que ia anunciar a renúncia dele e, após alguns minutos de críticas à Lula e Bolsonaro, declarou que renunciaria do tempo com familiares e tranquilidade, mas não da Presidência da República. 

“Isso não é pra ser uma palestra. O Brasil tá precisando de ajuda mesmo. Não faz sentido nenhum a gente ter as piores pessoas na política, enquanto as que podem fazer algo não conseguem chegar lá, levam rasteiras. Imagina alguém que está liderando as pesquisas preocupado com candidato nanico. Por que ele se importa com meus 1%?”, começou Marçal.

"Então, vou falar aqui pra vocês sobre a minha denúncia. Eu renuncio, a partir de agora [pausa] o meu tempo de qualidade com a família, os milhões de reais que estou deixando de faturar, das minhas férias, o meu campeonato de corrida", disse, logo antes de falar que quem o queria ver fora não conseguiria o desejado.

"Se depender de mim, nunca mais nem Lula nem Bolsonaro vão sentar na cadeira de presidente da República. Nunca mais", disse. 

O encontro promovido por Pablo foi convocado às pressas: o anúncio foi feito na tarde desta quarta-feira (3), logo após a declaração do Partido dos Trabalhadores (PT) de que o Pros, sigla de Marçal, firmou acordo para apoiar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

A aliança foi feita por meio de Eurípedes Júnior, fundador do Pros que retomou à presidência do partido após determinação do Superior Tribunal de Justiça (STJ) no domingo (31). Eurípedes estava afastado desde março, quando uma briga interna da sigla se tornou judicial após uma reunião partidária eleger Marcus Holanda como novo líder da sigla. Holanda liderava uma ala contrária do Pros e acusava Eurípedes de desvios milionários.

Logo que voltou ao poder, Eurípedes se reuniu com o PT e decidiu apoiar Lula, em uma ação que coloca em risco o futuro de Marçal como pré-candidato à Presidência, mesmo com a confirmação da candidatura dele ter sido feita em convenção partidária on-line também no domingo (31).

Marçal comentou a mudança de maneira rápida e insinuou que poderia mover uma ação judicial. "Eu não sei quem vai ser o líder do partido, porque no apagar das luzes de domingo, o partido teve uma troca de comando, em uma decisão do STJ, eu gosto muito de direito, não vou julgar essa decisão, só acho estranha, e é o máximo que vou falar. Assim como essa chegou no domingo, chegará uma nova amanhã. E se não chegar amanhã eu vou abrir um espaço na minha biografia, porque nunca movi uma ação", disse. 

De acordo com o calendário eleitoral, o Pros tem até sexta-feira (5/8) para alterar qualquer candidatura. Até lá, é possível que novas convenções sejam convocadas para mudar candidatos ou decidir novas posturas na corrida presidencial.

Influenciador digital, o posicionamento de Marçal sobre as mudanças na liderança do Pros e o risco da candidatura ser derrubada se tornou um evento. No início da noite desta quarta-feira (3/8), a conta oficial do empresário, que conta com mais de 2,3 milhões de seguidores, publicou uma imagem com um texto que se denominava uma “nota urgente”, logo antes do texto “A renúncia de Pablo Marçal”.

Programada para o formato híbrido, além do canal do Youtube de Marçal transmitir o evento, o influenciador promoveu a sede da empresa de coach e treinamento dele e marcou o encontro presencial para o local, em Alphaville (SP).

O evento ocorreu em formato híbrido, de maneira presencial na sede da empresa de coach e treinamento do pré-candidato, em Alphaville (SP), e on-line no canal do Youtube dele.

O chamado para o evento foi feito na conta do instagram do empresário, para os mais de 2,3 milhões de seguidores dele, em uma publicação que afirmava ser uma “nota urgente”. “A renúncia de Pablo Marçal, hoje às 20h, na Plataforma Internacional”, dizia o post.

Nos stories, ele respondeu um seguidor e disse que a candidatura estava em risco e, em um vídeo com a legenda “então o PT quer me tirar?”, ele diz que “tem gente que tá desesperado”.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL

Lula sobre corrupção: 'No meu governo houve investigação e transparência'

17/08/2022 às 22h54

'Os servidores terão reajuste no ano que vem', promete Bolsonaro

17/08/2022 às 22h32

Bolsonaro promete zerar impostos sobre combustíveis também em 2023

17/08/2022 às 22h24

PF afirma que Bolsonaro incitou crime ao relacionar vacina e Aids

17/08/2022 às 22h16

Soraya Thronicke propõe substituir impostos federais por um só tributo

17/08/2022 às 21h11

Vera Lúcia quer garantia de igualdade na disputa eleitoral

17/08/2022 às 21h02

Sofia Manzano defende investimentos em instituições públicas

17/08/2022 às 20h59

Felipe D%u2019Avila defende melhora do ensino básico

17/08/2022 às 20h56

Câmara do Rio rejeita recurso de vereador contra pedido de cassação

17/08/2022 às 20h39

STF retoma julgamento sobre nova Lei de Improbidade

17/08/2022 às 20h37

Desfile de 7 de Setembro foi cancelado no Rio de Janeiro, diz prefeito

17/08/2022 às 20h32

Lula: 'Bolsonaro decidiu tentar enganar o povo às vésperas da eleição'

17/08/2022 às 19h52

Senado aprova marco regulatório para exploração de energia em alto mar

17/08/2022 às 19h50

General toma posse como ministro do Superior Tribunal Militar

17/08/2022 às 19h49

Carlos explica presença na posse de Moraes: 'Pedi para ir e meu pai deixou'

17/08/2022 às 19h39

Candidato se encontrou com representantes do Brasil Competitivo

Felipe DAvila defende melhora do ensino básico

17/08/2022 às 19h28

Processo contra Gabriel Monteiro deve ser votado nesta quinta-feira

Câmara do Rio rejeita recurso de vereador contra pedido de cassação

17/08/2022 às 19h14

Fecomércio-PE promoverá rodada de debates com cinco dos/as 11 candidatos/as ao governo de PE

17/08/2022 às 18h58