Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

Vereadora de Garanhuns foi impedida de participar de ato com Lula por apoiar Marília

Publicado em: 21/07/2022 20:09

 (Foto: Reprodução)
Foto: Reprodução
A vereadora de Garanhuns Fany Bernal, recentemente expulsa do PT por apoiar Marília Arraes (Solidariedade), foi impedida de entrar no evento que recebeu Lula, nesta quarta-feira, em sua terra natal. Representando a única e primeira mandata coletiva eleita no município pelo Partido dos Trabalhadores, Fany, em entrevista ao Diario, informou que ao tentar ter acesso ao espaço disponível a parlamentares de todos os partidos recebeu a informação de que seu nome não constava na lista de credenciamento.

“Solicitei falar com alguém da organização do evento e veio uma pessoa do partido e me informou que expressamente eu estava proibida de acessar essa área”, disse Fany, que durante o ocorrido teve o apoio de outros parlamentares que se solidarizaram informando que ela era vereadora da cidade e que, portanto, teria direito a ter acesso ao espaço, já que pessoas de outros partidos que não integravam a Frente Popular tinham a entrada liberada, como filiados do PSD e PTB, de acordo com informações da vereadora.

“Fui a única vereadora eleita de Garanhuns pelo partido dos Trabalhadores, a única da história do partido. E eles disseram que se eu quisesse poderia acompanhar do lado de fora, porque o de dentro era para integrantes da Frente Popular”, informou.

Fany foi expulsa do PT no início de julho, junto com outros dirigentes do partido que também direcionaram apoio a ex-petista Marília Arraes, que nestas eleições disputa o cargo de governadora. De acordo com as últimas intenções de voto, Marília é a preferida do eleitorado pernambucano para liderar o Palácio do Campo das Princesas. Enquanto isso, o candidato da Frente Popular - arco de alianças que o PT faz parte – é o deputado federal Danilo Cabral (PSB), que tem pontuado em quinto lugar nas pesquisas. 

Fany também contou que procurou a secretária de Comunicação do Partido dos Trabalhadores em Pernambuco, Jenusi Marques, e a questionou o por quê do impedimento. “Ela me respondeu que eu já sabia minha situação qual era”, proferiu a vereadora. “Então, assim, minha situação é estar do lado do povo de Pernambuco, é estar do lado de Marília Arraes que será a primeira governadora eleita do estado”. 

Procurada pela reportagem, Jenusi Marques disse que não comentaria o assunto.  




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Manhã na Clube: entrevistas com dr. Heitor Medeiros e André Navarrete (Innovation Meeting)
Em busca de água, indígenas brasileiros encontram novo lar
Manhã na Clube: entrevista com Carlos Veras (PT), deputado federal
China executa maiores exercícios militares em décadas
Grupo Diario de Pernambuco