Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

PEC DAS BONDADES

TCU vai acompanhar pagamento de benefícios emergenciais da Pec das Bondades

Publicado em: 27/07/2022 19:21

 (crédito: Leopoldo Silva/Agência Senado)
crédito: Leopoldo Silva/Agência Senado
O Tribunal de Contas da União (TCU) vai monitorar o pagamento dos benefícios sociais elevados em caráter emergencial até dezembro. Aprovada na no Congresso no início do mês, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 1/2022, conhecida como PEC das bondades, ou Kamikaze, permitiu a ampliação de benefícios no valor de R$ 41,2 bilhões.

O trabalho do órgão busca prevenir erros, abusos e fraudes com o uso do dinheiro público. “Considerando a larga experiência do TCU na fiscalização de pagamentos de benefícios, é fundamental que este Tribunal garanta à sociedade que o uso desses recursos seja transparente, eficiente e responsável”, comunicou o ministro Bruno Dantas, em nota publicada na tarde desta quarta-feira (27).

Entre outros pontos, a emenda constitucional definiu o aumento do Auxílio Brasil de R$ 400 para R$ 600, dobrou o valor do vale-gás e criou uma ajuda mensal para caminhoneiros e taxistas no valor de R$ 1.000. Os benefícios vão valer somente até o final deste ano, por isso não vão precisar atender às regras fiscais, como o teto de gastos.

Em 2020, no auge da pandemia, quando foram gastos bilhões de reais com o Auxílio Emergencial, o Tribunal constatou que milhões de pessoas receberam o benefício indevidamente.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Manhã na Clube: entrevistas com dr. Heitor Medeiros e André Navarrete (Innovation Meeting)
Em busca de água, indígenas brasileiros encontram novo lar
Manhã na Clube: entrevista com Carlos Veras (PT), deputado federal
China executa maiores exercícios militares em décadas
Grupo Diario de Pernambuco