Diario de Pernambuco
Busca

POLÍTICA INTERNACIONAL

Governo da Ucrânia acusa Lula de divulgar propaganda pró-Rússia

Publicado em: 25/07/2022 20:31

 (Ex-presidente foi incluído em uma lista com 78 personalidades de vários países acusados de divulgar informações consideradas como propagada russa. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil )
Ex-presidente foi incluído em uma lista com 78 personalidades de vários países acusados de divulgar informações consideradas como propagada russa. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
O governo ucraniano incluiu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em uma lista de pessoas acusadas de divulgar informações consideradas como propaganda russa durante a guerra entre os dois países. O documento foi divulgado em 14 de julho pelo Centro de Combate à Desinformação da Ucrânia, órgão governamental criado para contestar informações divulgadas pela Rússia.

A lista contém 78 personalidades de vários países e as frases consideradas pró-Rússia pelo governo ucraniano. Lula é o único brasileiro citado, junto com duas frases atribuídas ao ex-presidente. Segundo o documento, o petista afirmou que a Rússia deveria liderar a "nova ordem mundial". Não há, porém, qualquer registro que atribua a fala a Lula.

Críticas a Volodymyr Zelenskyy
A segunda frase foi retirada de uma entrevista que o ex-presidente deu para a revista americana Time, divulgada em 4 de maio deste ano. "Às vezes fico vendo o presidente da Ucrânia na televisão, como se estivesse festejando, sendo aplaudido em pé por todos os parlamentos, sabe? Esse cara é tão responsável quanto o Putin, porque numa guerra não tem apenas um culpado", disse Lula à revista.

Logo após a divulgação da entrevista, a Embaixada da Ucrânia no Brasil criticou o posicionamento do ex-presidente. "A Embaixada planeja solicitar formalmente uma audiência do estimado ex-presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva com o Encarregado de Negócios da Ucrânia no Brasil, senhor Anatoliy Tkach para esclarecer a posição da Ucrânia”, afirmou a embaixada em nota.

Até a última atualização desta reportagem o ex-presidente Lula não havia se posicionado sobre a lista feita pelo governo da Ucrânia. 

O documento ucraniano contém jornalistas, políticos, militares e outras personalidades acusados pelo governo de divulgar propaganda pró-Rússia. Entre os citados estão o jornalista americano Glenn Greenwald, a política francesa Marine Le Pen, e o empresário e ativista alemão Kim Dotcom.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL

Datafolha: 51% dizem não votar em Bolsonaro de jeito nenhum

18/08/2022 às 19h21

Datafolha: Bolsonaro cresce, vai a 32% e vantagem de Lula cai para 15 pontos

18/08/2022 às 19h17

TSE informa tempo dos candidatos à Presidência no horário eleitoral

18/08/2022 às 19h14

Eymael assina termo de compromisso Presidente Amigo da Criança

18/08/2022 às 19h09

Raquel Lyra participa de sabatina e apresenta propostas para o empreendedorismo em PE

18/08/2022 às 18h50

Felipe D'Avila diz que prioridade é fazer economia voltar a crescer

18/08/2022 às 18h47

STF: nova Lei de Improbidade não retroage para casos julgados

18/08/2022 às 18h45

Miguel cumpre agenda no camelódromo e promete zerar ICMS para microeemprededores

18/08/2022 às 18h24

Lira sobre ataques às urnas: 'Só leva à insegurança e instabilidade no país'

18/08/2022 às 18h19

Em agenda pelo Sertão do Araripe, Marília promete melhorias nas estradas e na Saúde

18/08/2022 às 18h12

"Bolsonaristas com muito orgulho", afirmam os Tércio em defesa à reeleição de Bolsonaro

18/08/2022 às 17h34

Prazo para solicitar voto em trânsito termina nesta quinta-feira (18)

18/08/2022 às 16h30

Haddad critica orçamento secreto em evento e rebate rejeição nas pesquisas

18/08/2022 às 16h20

'Tchutchuca do Centrão': saiba a origem da expressão que irritou Bolsonaro

18/08/2022 às 16h15

Simone Tebet quer o fim da reeleição e do orçamento secreto

18/08/2022 às 16h10

DP

Ciro Gomes diz que vai reformar CLT protegendo renda dos trabalhadores

18/08/2022 às 16h05

Bolsonaro defende escolha de ministros por critérios técnicos

18/08/2022 às 16h00

Bolsonaro tenta tirar celular da mão de influenciador que o questionava

18/08/2022 às 14h20