Diario de Pernambuco
Busca

GUERRA

Bolsonaro liga para Zelensky: 'Eu sei como seria a solução na Ucrânia'

Publicado em: 18/07/2022 14:15

 (foto: Agência Brasil/Sergei Supinsky/AFP)
foto: Agência Brasil/Sergei Supinsky/AFP
O presidente Jair Bolsonaro (PL) conversou por telefone com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, nesta segunda-feira (18), após dizer que iria apresentar uma solução para o fim da guerra com a Rússia, que invadiu o país no final de fevereiro.
 
"Tive uma conversa com o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Informei sobre a situação no front. Discuti a importância de retomar as exportações de grãos ucranianos para prevenir uma crise global dos alimentos provacada pela Rússia. Eu peço que todos os parceiros comerciais se unam às sanções contra o agressor", declarou Zelensky em sua página no Twitter.
 
O presidente havia avisado sobre a ligação nesse domingo (17), em entrevista concedida do lado de fora do Palácio da Alvorada, conforme publicado pelo Congresso em Foco, no portal UOL. 
 
"Vou dar minha opinião a ele o que eu acho. A solução para o caso guerra. Eu sei como seria a solução do caso. Mas não vou adiantar. A solução do caso como acabou a guerra da Argentina com o Reino Unido em 1982? É por aí”, afirmou.

Ao longo dos últimos meses, o presidente brasileiro culpou a guerra pela situação econômica no Brasil.

“Vou conversar bastante com ele. É uma liderança e vou dar minha opinião para ele. Essa guerra tem causado transtorno não só para o Brasil. Brasil menos. É muito mais para a Europa”, declarou Bolsonaro.

Mourão fala em solidariedade
 
Questionado por jornalistas sobre o teor do telefonema entre os líderes, o vice-presidente Hamilton Mourão (Republicanos) falou sobre as dificuldades da guerra. 

"É solidariedade. A situação que a Ucrânia está vivendo é difícil, complicada. A infraestrutura do país está sendo destruída pelo conflito, então o presidente vai falar em ajuda humanitária, até porque nós já tínhamos nos oferecido para receber refugiados, temos colônias ucranianas. Acho que é mais ou menos por aí a conversa", ponderou.

Encontro com Putin 
 
Em 16 de fevereiro, oito dias antes do início da invasão russa, Bolsonaro encontrou o presidente russo Vladimir Putin, no Palácio do Kremlin, sede do governo russo, em Moscou.

O chefe do Executivo brasileiro afirmou à época que o Brasil "é solidário à Rússia" e enumerou áreas de cooperação econômica com o país.

Crítica à Zelensky
 
Três dias após a invasão, em 27 de fevereiro, o presidente brasileiro falou a jornalistas que o Brasil iria adotar um tom neutro em relação à guerra entre Rússia e Ucrânia por considerar que cada país tem sua motivação no conflito.

No entanto, ao ser questionado sobre a opção, Bolsonaro minimizou a ofensiva militar russa criticando os ucranianos. “Eu acho que o povo confiou nele para traçar o destino de uma nação. Confiou a um comediante o destino de uma nação. Ele deve ter equilíbrio, segundo a população ucraniana, para tratar desse assunto. Tanto é que ele já aceitou conversar”, declarou.

Visto humanitário
 
Em março, o Brasil concedeu vistos humanitários aos ucranianos e apátridas que fogem da invasão russa por meio de uma portaria conjunta entre o Ministério das Relações Exteriores e o Ministério da Justiça com validade até 31 de agosto.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL

Lula sobre corrupção: 'No meu governo houve investigação e transparência'

17/08/2022 às 22h54

'Os servidores terão reajuste no ano que vem', promete Bolsonaro

17/08/2022 às 22h32

Bolsonaro promete zerar impostos sobre combustíveis também em 2023

17/08/2022 às 22h24

PF afirma que Bolsonaro incitou crime ao relacionar vacina e Aids

17/08/2022 às 22h16

Soraya Thronicke propõe substituir impostos federais por um só tributo

17/08/2022 às 21h11

Vera Lúcia quer garantia de igualdade na disputa eleitoral

17/08/2022 às 21h02

Sofia Manzano defende investimentos em instituições públicas

17/08/2022 às 20h59

Felipe D%u2019Avila defende melhora do ensino básico

17/08/2022 às 20h56

Câmara do Rio rejeita recurso de vereador contra pedido de cassação

17/08/2022 às 20h39

STF retoma julgamento sobre nova Lei de Improbidade

17/08/2022 às 20h37

Desfile de 7 de Setembro foi cancelado no Rio de Janeiro, diz prefeito

17/08/2022 às 20h32

Lula: 'Bolsonaro decidiu tentar enganar o povo às vésperas da eleição'

17/08/2022 às 19h52

Senado aprova marco regulatório para exploração de energia em alto mar

17/08/2022 às 19h50

General toma posse como ministro do Superior Tribunal Militar

17/08/2022 às 19h49

Carlos explica presença na posse de Moraes: 'Pedi para ir e meu pai deixou'

17/08/2022 às 19h39

Candidato se encontrou com representantes do Brasil Competitivo

Felipe DAvila defende melhora do ensino básico

17/08/2022 às 19h28

Processo contra Gabriel Monteiro deve ser votado nesta quinta-feira

Câmara do Rio rejeita recurso de vereador contra pedido de cassação

17/08/2022 às 19h14

Fecomércio-PE promoverá rodada de debates com cinco dos/as 11 candidatos/as ao governo de PE

17/08/2022 às 18h58