Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

ATOS ANTIDEMOCRÁTICOS

PGR pede que Supremo reconheça perdão de Bolsonaro a Daniel Silveira

Publicado em: 14/06/2022 16:20

 (crédito: Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados)
crédito: Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados
A Procuradoria-Geral da República (PGR) encaminhou, ao Supremo Tribunal Federal (STF), um pedido para que a Corte reconheça o perdão do presidente Jair Bolsonaro (PL) ao deputado Daniel Silveira (PTB-RJ) e anule a pena do parlamentar. A manifestação foi enviada nesta terça-feira (14), assinada pela vice-procuradora-geral da República, Lindôra Araújo.

No documento, Araújo afirma ser preciso reconhecer os efeitos do indulto individual. "O decreto de indulto individual é existente, válido e eficaz, sendo que a sua repercussão jurídica na punibilidade está condicionada à necessária decisão judicial que declara extinta a pena do condenado", argumentou.

O bolsonarista Daniel Silveira foi condenado pelo STF, em 20 de abril, a oito anos e nove meses de prisão por estimular atos antidemocráticos. A Corte também determinou a perda dos direitos políticos do parlamentar. No entanto, no dia seguinte, o presidente Bolsonaro decretou um indulto ao aliado.

Desde então, Silveira em desafiado as decisões da Justiça ao aparecer sem tornozeleira eletrônica em eventos públicos e até mesmo para dar expediente no Congresso Nacional. Os partidos de oposição também pediram que STF suspenda o perdão de pena concedido.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Nova presidente da Caixa toma posse e anuncia primeiras medidas
Manhã na Clube: entrevista com o ex-ministro e pré-candidato ao senado, Gilson Machado
Suspeito de ataque a tiros com seis mortos é detido nos EUA
Manhã na Clube: entrevistas com o pastor Wellington Carneiro e Alexandre Castelano
Grupo Diario de Pernambuco