Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

ELEIÇÕES

Lula critica declaração de Bolsonaro sobre armamento: 'Cretinice'

Publicado em: 16/06/2022 14:28

 (crédito: Reprodução
)
crédito: Reprodução
O ex-presidente e pré-candidato ao Executivo, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou, na quarta-feira (15), a declaração do presidente Jair Bolsonaro (PL) de que Jesus Cristo “não comprou pistola porque não tinha naquela época”. A frase foi proferida ontem pelo presidente durante conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada. Já Lula falava a apoiadores durante evento que ocorreu em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, ao lado de Alexandre Kalil (PSD), pré-candidato ao governo de Minas.

"Ele (Bolsonaro) disse que se no tempo de Jesus Cristo tivesse pistola, ele teria comprado uma. Não é possível que uma pessoa que pensa algo assim — e fala uma cretinice dessa — diga que é cristão ou crê em Deus. Vocês podem ter certeza que o Deus de uma pessoa dessa não é o teu Deus e não é o meu. Meu Deus significa amor, humanismo, bondade, carinho e respeito pelos outros seres humanos", disse.

Caso Dom e Bruno
 
O ex-presidente ainda lamentou, na ocasião, as mortes do indigenista Bruno Araújo Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips, correspondente do jornal The Guardian, e disse que, caso vença as eleições, assumirá o compromisso de combater a garimpagem em terras indígenas.

"É importante a gente nunca esquecer que não são os índios que estão ocupando a nossa terra. Foram os portugueses que ocuparam a terra deles em 1500. Portanto, a demarcação da terra indígena é um compromisso moral e ético daqueles que são humanistas", avaliou.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Planta gigante, prima da vitória-régia, é descoberta em Londres
Manhã na Clube: entrevistas com a deputada estadual Teresa Leitão (PT) e Juliana César
Última Volta: GP da Grã Bretanha de F1 2022
Quem é Júlio Lancellotti, o padre antissistema que dá esperança aos pobres
Grupo Diario de Pernambuco