Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

COMBUSTIVEIS

Base do governo se mobiliza para conseguir assinaturas para CPI

Publicado em: 21/06/2022 11:36

 (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação
Ao menos 37 parlamentares já assinaram o pedido de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Preço dos Combustíveis que começou a circular nesta segunda-feira (20/6). Mesmo após a renúncia de José Mauro Coelho da presidência da Petrobras, a base aliada se articula em favor do presidente Jair Bolsonaro (PL). Para instalar o colegiado são necessárias 171 assinaturas.

No requerimento, os deputados querem investigar a conduta da Diretoria e do Conselho da Petrobras sobre os preços; instituição do modelo de gestão da estatal; motivos do endividamento da companhia e gerenciamento do passivo; impacto da concessão de benefícios corporativos sobre os preços praticados; modelo tributário dos combustíveis e derivados; e os efeitos decorrentes da sonegação fiscal.

CCJ da Câmara aprova PEC que dá competitividade aos biocombustíveis
Na noite de segunda-feira, Bolsonaro reafirmou sobre o desejo de instalar o colegiado. “Estou acertando uma CPI na Petrobras. ‘Ah, você que indicou o presidente’. Sim, mas quero a CPI. Ué, por que não? Investiga o cara. Se não der em nada, tudo bem. Mas os preços da Petrobras são um abuso”, disse a apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada.

Contudo, o vice-presidente, Halmilton Mourão (Republicanos) não é tão otimista quanto o presidente. Na manhã de ontem, o vice afirmou que o colegiado não deve caminhar em razão da proximidade com o período eleitoral, que deve dificultar os trâmites para a instalação.

“Eu acho que não vai nem andar isso aí. Não tem nem tempo. Nós estamos andando aí já na fase eleitoral. Mais um mês e meio e inicia a campanha eleitoral. Eu acho difícil que uma CPI vá andar neste momento”, disse a jornalistas na entrada do Palácio do Planalto.

A ideia é que a CPI funcione por 120 dias, e tenha composição de 25 parlamentares. Ao menos 16 parlamentares assinam a proposta, entre eles o filho 03 do presidente, deputado Eduardo Bolsonaro (PL-SP), e o deputado Daniel Silveira (PTB-RJ). 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Nova presidente da Caixa toma posse e anuncia primeiras medidas
Manhã na Clube: entrevista com o ex-ministro e pré-candidato ao senado, Gilson Machado
Suspeito de ataque a tiros com seis mortos é detido nos EUA
Manhã na Clube: entrevistas com o pastor Wellington Carneiro e Alexandre Castelano
Grupo Diario de Pernambuco