Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

GOVERNO

TCU pede que TSE investigue contratação milionária de pesquisa por governo

Publicado em: 05/05/2022 18:42

 (Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil)
Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil
O Tribunal de Contas da União (TCU) solicitou que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) monitore uma pesquisa milionária encomendada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) para avaliar sua própria gestão. A Secretaria de Comunicação (Secom) do governo federal contratou duas agências, no valor total de R$ 13,5 milhões.

Segundo o TCU, Bolsonaro pode estar fazendo um uso eleitoreiro da máquina pública. A contratação das empresas foi alvo de representação apresentada pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e pelo deputado federal Kim Kataguiri (União-SP).

O relator do processo no TCU, ministro Walton Alencar Rodrigues, destacou a possibilidade de indícios de desvio de finalidade na pesquisa encomendada pelo governo.

“É forçoso reconhecer que os resultados obtidos em pesquisa de opinião tão ampla têm clara utilidade para elaboração de campanhas eleitorais e para balizamento dos comportamentos dos candidatos”, apontou.

Rodrigues ainda acrescentou que a pesquisa deve ser alvo de investigação, em razão do ano eleitoral.

“Dado o momento de realização da contratação, no último ano do atual governo, e suas características, não é possível afastar o risco de que os resultados das pesquisas sejam utilizados de forma indevida, para subsidiar a campanha eleitoral do excelentíssimo senhor presidente da República, que é, notoriamente, candidato à reeleição”, disse.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Manhã na Clube: entrevistas com Mendonça Filho e dr. Roberto Galvão Filho, oftalmologista
Ataque a tiros em escola nos EUA deixa 21 mortos
Para OMS, varíola do macaco ainda pode ser contida
Manhã na Clube: Henrique Queiroz Filho (PP), Edno Melo (Republicanos) e André Morais (CORECON-PE)
Grupo Diario de Pernambuco