Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

ELEIÇÕES ALAGOAS

PP recorre novamente ao STF para anular eleição indireta em Alagoas

Publicado em: 10/05/2022 22:29

 (Foto: Carlos Villa Verde/Assembleia Legislativa de Alagoas)
Foto: Carlos Villa Verde/Assembleia Legislativa de Alagoas
O PP entrou com recurso no Supremo Tribunal Federal (STF) para anular o novo edital de convocação da eleição indireta para o governo de Alagoas, marcada para domingo (15/5), na Assembleia Legislativa do estado. O partido, presidido por Arthur Lira (AL), diz que os prazos para registro de candidaturas e julgamento de impugnações são curtos e pede a suspensão da eleição.

Na segunda-feira (8), o ministro Gilmar Mendes impôs uma série de correções ao edital original, que foi republicado na mesma noite pelo presidente da assembleia, Marcelo Victor (MDB), com as mudanças.

A novela da sucessão do governador Renan Filho (MDB-AL), que se desincompatibilizou do cargo em abril para concorrer ao Senado, se arrasta por força de ações judiciais que tentam interromper o processo. Depois de percorrer instâncias inferiores, o caso chegou ao ministro Gilmar Mendes, que determinou as alterações no edital de convocação.

O grupo político de Lira tenta barrar a eleição indireta, que tem como favorito o deputado estadual Paulo Dantas (MDB), apoiado pelo grupo político ligado ao senador Renan Calheiros (MDB), adversário de Lira em Alagoas. Quem se eleger pelo voto dos deputados estaduais assume o governo em mandato-tampão até o fim do ano. Enquanto isso, o estado está sendo governado interinamente pelo presidente do Tribunal de Justiça estadual, desembargador Klever Loureiro.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Manhã na Clube: entrevista com Raquel Lyra (PSDB)
Casamento de Lula e Janja: celulares barrados na entrada
Soldado russo se declara culpado por crime de guerra na Ucrânia
Manhã na Clube: entrevista com Maria Zilá Passo, advogada especialista em direito da saúde
Grupo Diario de Pernambuco