Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

Nos próximos dias, Miguel Coelho deve anunciar formação de chapa para disputar eleições

Publicado em: 13/05/2022 14:38

 (Foto: Sandy James/DP)
Foto: Sandy James/DP
Pré-candidato ao governo de Pernambuco, Miguel Coelho (União) deve informar nos próximos 20 dias os nomes que integrarão sua chapa majoritária; ainda estão em aberto as vagas ao Senado e a de vice. Em meio às especulações de uma possível composição com Raquel Lyra (PSDB), Miguel não negou nem afirmou. "Não estou ansioso como alguns estão", ponderou o postulante, que também diz ter o tempo a seu favor. A entrevista concedida à imprensa ocorreu nesta sexta-feira, na sede da Associação Comercial de Pernambuco (ACP), Centro do Recife, onde Miguel participou de um encontro com empresários integrantes da ACP.  

Em meio às costuras políticas encabeçadas por Miguel Coelho em busca de musculatura no estado, a especulação de um possível formação de chapa com a pré-candidata Raquel Lyra tem se fortalecido nos bastidores, possibilidade que não foi negada pelo pré-candidato durante entrevista concedida hoje. A estratégia seria unir forças com a ex-prefeita de Caruaru, que aparece em 2º lugar nas últimas pesquisas de intenção de voto no estado, atrás apenas de Marília Arraes (SD), e assim colocar na pista uma chapa com influência no Sertão e Agreste de Pernambuco. 

Sobre o assunto, Miguel não afirmou, nem negou e reiterou a necessidade de seguir o cronograma. "Daqui a 20 dias vamos ter anunciado, vamos aguardar", frisou o postulante destacando que a preocupação do momento extrapola as costuras políticas.  "A sociedade está preocupada com a fome, a miséria, o desemprego, a saúde,  teto caindo, falta escola, esse é o debate que a gente precisa estar preocupado e gastando nossas energias”, asseverou. “Não estou preocupado e ansioso como alguns estão, acho que temos que estar serenos, tranquilo e confiantes na nossa estratégia". 

Legendas

Primeiro nome da oposição a se apresentar como pré-candidato ao governo de Pernambuco ainda ano passado, Miguel Coelho até o momento não divulgou todos os nomes que devem integrar sua chapa, o que deve ser resolvido nas próximas semanas. "Daqui a 15, 20 dias, talvez, já teremos anunciado", cogitou. Em Pernambuco, Miguel conta oficialmente com o apoio de dois partidos, o Podemos e o PSC, este último até pouco tempo integrava a base aliada do adversário e pré-candidato ao governo Anderson Ferreira (PL). Questionado sobre o rompimento do Partido Social Cristão com os Ferreiras, Miguel disse que o passado não é o foco.

"(...) Eu estou feliz e não quero olhar para o passado nem do PSC, nem de Pernambuco, quero olhar pra frente e pro futuro", destacou. Outras duas legendas também estão em fase de negociação com o ex-prefeito de Petrolina, uma delas o Patriota. A oficialização dos apoios deve acontecer até o São João. Coelho também mencionou os diálogos que têm sido feito com o PDT, do deputado federal Wolney Queiroz, integrante da Frente Popular e comunicou que o convite já foi lançado.

“A relação existe e é de muita transparência e respeito com Wolney. O convite está feito, até porque insatisfeito ele está e não é a gente que está dizendo, ele quem tem externado”, comentou.  Wolney Queiroz era um dos nomes cotados para assumir a vaga ao Senado na chapa majoritária da Frente Popular, mas – assim como PSD, PP, Republicados e PCdoB – viu as chances ruírem após o PT lançar a pré-candidatura de Teresa Leitão e angariar o espaço. 

Em meio aos diálogos com outros partidos e os imbróglios na Frente Popular, surgiram especulações de que o deputado Wolney estaria cogitando desembarcar do arco de alianças liderado pelo PSB. “Tem muita gente ansiosa, mas as convenções são apenas em julho, ainda há tempo”, relembrou Miguel Coelho. 

No entanto, até agora o presidente estadual do PDT não confirmou nenhuma das especulações e, recentemente, em entrevista à Folha de Pernambuco, descartou a intenção de ser vice de Danilo Cabral, como também se especulava, fortalecendo a tese de que tentará a reeleição na Câmara Federal. 

Nos próximos dias, Miguel Coelho também deve apresentar à sociedade parte do seu plano de governo. De acordo com o pré-candidato, até o final do mês será feito o lançamento das propostas relacionadas às principais áreas dos eixos centrais do plano.   

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Manhã na Clube: entrevista com Maria Zilá Passo, advogada especialista em direito da saúde
Fechamento de escolas durante pandemia pode gerar prejuízos por décadas no Brasil
Cada vez mais brasileiros procuram a medicina tradicional chinesa
Manhã na Clube: entrevistas com Bruno Rodrigues e Débora Almeida
Grupo Diario de Pernambuco