Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

ELEIÇÕES

Lula diz cumprir a Constituição, mesmo sendo chamado de 'radical'

Publicado em: 03/05/2022 13:13

 (crédito: Reprodução/TVPT)
crédito: Reprodução/TVPT
O Solidariedade oficializou o apoio à candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em São Paulo, nesta terça-feira (3), por meio de um ato no Sindicato dos Metalúrgicos em São Paulo. No evento estão presentes o pré-candidato a vice de Lula, Geraldo Alckmin (PSB), o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e o vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (PSD-AM).

Em seu discurso, o petista disse que, de vez em quando, é chamado de “radical”, mas que se fosse, de fato radical, não teria cumprido a Constituição.“Se a gente quisesse ser radical, a gente não precisaria cumprir a Constituição, nós queremos cumpri-la”, disse.

Em tom crítico, Lula afirmou que as mudanças na Constituição nos últimos anos têm explicação e ela está no próprio texto.

“Se a gente lê a Constituição brasileira , percebe porque muita gente rica quer mudar todo santo dia a Constituição”, comentou. “Mas se cada um de nós colocasse a Constituição no nosso peito e andasse com ela, todos nós seríamos revolucionários. Era só cumprir o que está determinado”, emendou. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Manhã na Clube: entrevista com a dra. Tamara Cristina, endocrinologista
Refugiados ucranianos no Brasil: mais de 10 mil quilômetros longe de casa
Manhã na Clube: entrevista com Miguel Coelho
Manhã na Clube: entrevista com dr. Antônio Manuel de Almeida Dias, presidente da CESPU Europa
Grupo Diario de Pernambuco