Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

ENTREVISTA

Isaltino aposta no crescimento de Danilo Cabral após início da campanha

Publicado em: 02/05/2022 14:45 | Atualizado em: 02/05/2022 14:59

 (Foto: Roberto Soares/Alepe)
Foto: Roberto Soares/Alepe
Na avaliação do deputado estadual Isaltino Nascimento (PSB), a baixa popularidade do candidato pessebista Danilo Cabral ao governo de Pernambuco, conforme atestam as pesquisas de inteção de voto, é justificada pelo fato das pessoas estarem mais preocupadas com o "mundo real" – em referência à alta inflação e às demais dificuldades enfrentadas por causa da crise econômica – e pouco atentas às movimentações de pré-campanha.

"Na prática, as pessoas estão vivendo o mundo real. Eu viajei, quarta-feira passada, aí deixei um 'recurso', que minha companheira precisava fazer uma feira, aí ela começou a gozar de mim. Quando eu cheguei, sábado à noite, conversei com ela, aí ela disse: 'eu achei que você tinha deixado muito dinheiro, mas quase que o dinheiro não dava pra fazer a feira'", ilustrou o deputado, em entrevista à Rádio Clube, nesta segunda-feira (2).

Apesar disso, Isaltino considera Danilo um "grande quadro", que crescerá nas pesquisas quando a chapa da Frente Popular estiver fechada e os debates realmente começarem. "Certamente o trabalho, o legado, as ações do dia a dia vão ser colocados em prova como também em cheque. Têm muitas [pré]candidaturas aí disfarçadas, que não apoiam Lula – nós apoiamos Lula; o candidato de Lula é Danilo Cabral – e algumas estão se escondendo em relação ao presidente Bolsonaro. Enfim, teremos a oportunidade de discutir legado, ações, trabalho... Teremos oportunidades, certamente, quando começar o debate, o embate, as discussões, aí as pessoas vão perceber o quanto é importante o legado desenvolvido pela Frente Popular e o quanto o quadro político de Danilo Cabral é, que terá condição [de governar]", afirmou.

No levantamento feito pelo instituto Conectar, divulgado na semana passada, o pré-candidato do PSB figura com apenas 5% das inteções de voto, atrás de Marília Arraes (SD), Raquel Lyra (PSDB), Miguel Coelho (UB) e Anderson Ferreira (PL). Ainda segundo a pesquisa, 45% dos entrevistados desconhecem Danilo.

Em relação à formação da majoritária da frente, Isaltino reforçou que a chapa deverá contar a presença de uma mulher e que o PT fará parte desta composição, ainda que não saiba em qual posição o partido ficará (vice-governadoria ou Senado). Na última quarta-feira (27), o deputado federal Carlos Veras (PT) abriu mão da pré-candidatura ao Senado em prol da correligionária e deputada estadual Teresa Leitão, que pretende disputar a eleição para a Casa Alta.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Manhã na Clube: entrevista com a dra. Tamara Cristina, endocrinologista
Refugiados ucranianos no Brasil: mais de 10 mil quilômetros longe de casa
Manhã na Clube: entrevista com Miguel Coelho
Manhã na Clube: entrevista com dr. Antônio Manuel de Almeida Dias, presidente da CESPU Europa
Grupo Diario de Pernambuco