Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

INCLUSÃO

Governo prevê concessão de lotes para pessoas com deficiência

Publicado em: 14/05/2022 14:29

 (Foto: Pedro Ibarra/D.A. Press)
Foto: Pedro Ibarra/D.A. Press
O governador Ibaneis Rocha assinou, na manhã deste sábado (14/5), decreto que visa a concessão de lotes para pessoas com deficiência que tenham renda mensal de até R$ 1,8 mil. A cerimônia ocorreu durante encontro com o Movimento Habitacional e Cidadania das Pessoas com Deficiência (MOHCIPED-DF) no Ginásio de Esportes de Ceilândia.

Com a assinatura do decreto, está regulamentada a inscrição e habilitação de PcDs no cadastro habitacional do Distrito Federal. “Nós temos tido, junto a Codhab, um olhar muito especial para as pessoas com deficiência do Distrito Federal e hoje fizemos uma entrega muito importante”, afirma o governador. “Estamos com quatro áreas urbanizadas prontas para serem distribuídas e esperamos que as pessoas possam construir suas moradias, possam ter um lar com dignidade. Temos que apoiar as pessoas que estão nessa situação”, completa.

Além de Ibaneis, outros nomes importantes do governo distrital e federal e figuras públicas participaram do evento, como Flávia Arruda, deputada federal (PL-DF) e madrinha do MOHCIPED-DF. “Não existe nada melhor, nada mais gratificante que a casa própria, que o seu lote, a própria dignidade”, diz Flávia em discurso para o público presente.

O presidente da Câmara Legislativa do DF, deputado Rafael Prudente (MDB-DF), aproveitou o publico também para exaltar a iniciativa governamental. “Pouco se fala das iniciativas habitacionais, mas elas tem sido feitas”, comenta o deputado. “A terra não é da Terracap, não é da Codhab, não é dos políticos. Ela é do povo”, acrescenta.

O público presente exaltou muito a assinatura do decreto, assim como a cobrança para que a promessa seja cumprida. “A gente esperava isso há muitos anos. Significa tudo para gente”, conta Armindo Pereira, integrante do Movimento Luz, de inclusão social de pessoas com deficiência. “Agora o que resta é aguardar e esperar que eles cumpram a palavra deles, para que esse não se torne só mais um papel que foi jogado fora”, conclui.
TAGS: mohciped | gdf | codhab |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Soldado russo se declara culpado por crime de guerra na Ucrânia
Manhã na Clube: entrevista com Maria Zilá Passo, advogada especialista em direito da saúde
Fechamento de escolas durante pandemia pode gerar prejuízos por décadas no Brasil
Cada vez mais brasileiros procuram a medicina tradicional chinesa
Grupo Diario de Pernambuco