Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

MISSÃO INTERNACIONAL

Bolsonaro desembarca na Guiana; Pacheco assume a presidência

Publicado em: 06/05/2022 15:00

 (crédito: Fábio Pozzebom/ Agência Brasil)
crédito: Fábio Pozzebom/ Agência Brasil
O presidente Jair Bolsonaro (PL) desembarcou nesta sexta-feira (6) na Guiana. Acompanham o chefe do Executivo o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, o presidente da Petrobras, José Mauro Ferreira Coelho e o governador de Roraima, Antonio Denarium (Progressistas). 

Na live de quinta-feira, Bolsonaro comentou sobre a viagem e apontou que visa discutir com representantes da Guiana a participação da empresa na exploração de petróleo e gás na região. "Guiana e Suriname descobriram reservas de gás e petróleo equivalentes a 40% das atuais reservas brasileiras. Estamos indo para lá com a Petrobras para ela participar desse mercado. Teoricamente, a Petrobras poderá aumentar sua área de atuação no Brasil em 40%", estima o presidente.

Na mesma live, Bolsonaro gritou exaltado que os lucros da estatal são um "estupro".

Segundo o Ministério das Relações Exteriores, durante os encontros previstos em Georgetown, os presidentes discutirão temas prioritários da agenda bilateral, como comércio e investimentos, infraestrutura, energia e cooperação em defesa e segurança, além de questões das pautas regional e mundial.

“Brasil e Guiana mantêm tradicionais relações de amizade, que vêm se intensificando nos últimos anos, em particular à luz do potencial de desenvolvimento criado pela descoberta e início da exploração de hidrocarbonetos no país vizinho. O intercâmbio bilateral mais do que dobrou nos dois últimos anos, passando de aproximadamente de USD 58 milhões, em 2020, para USD 118,6 milhões, em 2021”, informou em nota.

A viagem do presidente a Guiana deveria ter ocorrido em janeiro, mas foi cancelada por conta da morte da mãe de Bolsonaro, Dona Olinda, aos 94 anos. Na capital Georgetown, o chefe do Executivo se encontrará com o presidente, Mohamed Ali, para discutir cooperação no setor de Petróleo. Em seguida, participará da cerimônia de troca de atos internacionais. Também está prevista uma declaração à imprensa no começo da tarde, além de um almoço em homenagem a Bolsonaro, oferecido pelo presidente do país.

Apesar do retorno de Bolsonaro ao país ainda à noite, como se trata de uma viagem internacional, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), assumirá temporariamente a presidência da República. Isso porque o vice-presidente, Hamilton Mourão, e o presidente da Câmara, Arthur Lira, também cumprem agendas internacionais. O general está no Uruguai e Lira nos Estados Unidos.

Pacheco é o terceiro na linha de sucessão palaciana. Ele já informou que não está prevista a assinatura de nenhum ato ou medida e que se trata “do cumprimento de uma obrigação constitucional”.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Ataque a tiros em escola nos EUA deixa 21 mortos
Para OMS, varíola do macaco ainda pode ser contida
Manhã na Clube: Henrique Queiroz Filho (PP), Edno Melo (Republicanos) e André Morais (CORECON-PE)
Soldado russo condenado à prisão perpétua por matar civil na Ucrânia
Grupo Diario de Pernambuco