Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

LAVA-JATO

Depois de ação popular, Moro chama PT de 'partido de comediantes'

Publicado em: 27/04/2022 19:04

 (Foto: Evaristo Sa/AFP)
Foto: Evaristo Sa/AFP
O ex-juiz Sergio Moro comentou, nesta quarta-feira (27), sobre a ação dos deputados Rui Falcão (PT-SP), Erika Kokay (PT-DF), José Guimarães (PT-CE), Natália Bonavides (PT-RN) e Paulo Pimenta (PT-RS), que entraram na Justiça Federal de Brasília contra ele. Os parlamentares pedem reparação por prejuízos financeiros, políticos e morais ao patrimônio público nacional e à Justiça brasileira devido às ações do ex-juiz na Lava-Jato.

Para Moro, o PT não é um partido político e, sim, um “grupo de comediantes".
 
Ainda segundo Moro, quem acabou com a economia do Brasil foi o PT. “A Lava-Jato impediu que a Petrobras quebrasse… então quem você acha que tem que ressarcir quem? Fique atento. Eles podem voltar com tudo e perseguir todo mundo que foi contra o governo deles. Inclusive, você, que saiu nas ruas”, afirmou.

A ação contra Moro foi elaborada pelos advogados do grupo Prerrogativas e tem por embasamento que os atos praticados por Sergio Moro subverteram a normalidade institucional em seu próprio proveito.

De acordo com a ação, a Operação Lava-Jato deu um prejuízo de R$ 142,6 bilhões à economia brasileira. Estudo elaborado pelo Dieese e pela CUT calcula que 4,4 milhões de empregos foram ceifados nos mais diversos setores. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Casamento de Lula e Janja: celulares barrados na entrada
Soldado russo se declara culpado por crime de guerra na Ucrânia
Manhã na Clube: entrevista com Maria Zilá Passo, advogada especialista em direito da saúde
Fechamento de escolas durante pandemia pode gerar prejuízos por décadas no Brasil
Grupo Diario de Pernambuco