Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

INVESTIGAÇÃO

Randolfe protocola pedido para abertura de uma nova CPI da Covid no Senado

Publicado em: 11/01/2022 20:05

 (Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado
Menos de três meses após a conclusão dos trabalhos da CPI da Covid no Senado Federal, o Brasil pode voltar a acompanhar uma nova Comissão Parlamentar de Inquérito sobre a pandemia. O senador Randolfe Rodrigues (Sustentabilidade-AP) anunciou pelo Twitter que protocolou um requerimento pedindo a instalação de uma nova investigação.

Agora, segundo o parlamentar, a comissão investigaria as ações e omissões do governo federal no enfrentamento à pandemia de Covid-19 a partir de novembro de 2021. Entre os pontos levantados por ele estão o atraso e a insuficiência na vacinação infantil, a insuficiência de provisão de doses de reforço em 2022 e os ataques do presidente Jair Bolsonaro (PL) aos técnicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que aprovaram a vacinação infantil.

O parlamentar ainda citou a insuficiência da política de testagem do governo federal e o apagão de dados do Ministério da Saúde, que desde dezembro está com dificuldades de monitorar a evolução da pandemia no Brasil.

“Se a PGR não cumpre seu papel, o Senado vai cumprir. Não iremos ficar calados diante do aumento de casos de Covid-19, da disseminação da ômicron e sabotagem da vacinação de crianças”, escreveu Randolfe.

A CPI da Covid foi encerrada em outubro de 2021. O relatório final da investigação foi encaminhado à PGR, e conta com uma série de denúncias contra diversas pessoas, com destaque para Bolsonaro, que foi acusado de nove crimes. Mesmo assim, as denuncias pouco evoluíram após a entrega do relatório

“Não é aceitável nós assistirmos impávidos o PGR (Antônio Aras) não tomar nenhum tipo de providência. Diante desses acontecimentos só resta ao parlamento um remédio: a CPI”, escreveu Randolfe.

Para a abertura da comissão no Senado são necessárias assinaturas de 27 dos 81 parlamentares da Casa. Vale lembrar que em 2021, mesmo após o número necessário de assinaturas ser colhidas, a CPI da Covid só foi aberta pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), após uma ordem do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso.

Em quase seis meses de trabalho, a CPI da Covid colheu mais de 50 depoimentos, quebrou 251 sigilos, analisou 9,4 terabytes de documentos e fez mais de 60
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Augusto Coutinho (Solidariedade) e o psicólogo Carol Costa Júnior
Morre Olavo de Carvalho, considerado guru do bolsonarismo
Manhã na Clube: entrevistas com André de Paula (PSD), Eduardo Cavalcanti e Epitacio Rolim
OMS: é possível encerrar fase aguda da pandemia este ano
Grupo Diario de Pernambuco