Diario de Pernambuco
Busca

CONGRESSO

Comando da CCJ deve sofrer alterações com o fim do mandato de Bia Kicis

Publicado em: 07/01/2022 16:03

 (Foto: Billy Boss/Câmara dos Deputados)
Foto: Billy Boss/Câmara dos Deputados
A presidência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados deve deixar de ser ocupada por Bia Kicis (PSL-DF), forte aliada do presidente Jair Bolsonaro. Segundo apurado pelo jornal O Globo, o comando do colegiado deve ficar com um parlamentar da nova bancada do União Brasil, resultado da fusão de DEM com PSL.

A CCJ tem servido de palco para as discussões ideológicas, como o projeto de lei pautado pela deputada que inclui, na Lei de Impeachment, a previsão de crime de responsabilidade por ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Além disso, a comissão possibilitou vitórias importantes para o governo, como a aprovação da proposta que antecipa de 75 para 70 anos o limite para aposentadoria de ministros do Supremo — que acabou não avançando após passar pela comissão.

Com o encerramento do ano de mandato da deputada, o governo bolsonarista pode perder a força estratégica que o posto proporcionou. Caso o novo comando por parte do União Brasil seja oficializado, a legenda teria a maior bancada da Câmara e, por isso, seria a primeira a escolher a comissão que deseja presidir em 2022. Em razão da relevância da CCJ, a nova bancada deve optar por ocupá-la.

O deputado Luciano Bivar (PE), presidente do partido, espera que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) dê a chancela à união até fevereiro, quando as atividades parlamentares retornam em Brasília. O relator do processo é o ministro Edson Fachin.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL

TSE veta candidatura de Roberto Jefferson e corta 'fundão'

19/08/2022 às 14h15

Weintraub: 'Bolsonaro é tchutchuca do Centrão, verdades difíceis de engolir'

19/08/2022 às 14h10

Lula planeja novo encontro com Fernando Henrique Cardoso

19/08/2022 às 14h05

Janones para 'Véio da Havan': 'Vergonha é ajudar a matar a própria mãe'

19/08/2022 às 14h00

Gabriel Monteiro sobre cassação: 'Deus me deu o mandato, Deus tomou'

19/08/2022 às 13h55

Eduardo Bolsonaro sobre o pai: 'Mais democrata nunca vi'

19/08/2022 às 12h33

Sergio Moro sobre disputa presidencial: 'Jamais estarei ao lado de Lula'

19/08/2022 às 12h22

Felipe Carreras é o deputado federal de Pernambuco que menos gasta verba pública

19/08/2022 às 12h03

Miguel Coelho recebe apoio de mais duas lideranças religiosas de Pernambuco

19/08/2022 às 11h52

Ministro do STF suspende decisão que tornava Eduardo Cunha elegível

19/08/2022 às 11h16

Confira a agenda dos candidatos à Presidência para esta sexta (19)

19/08/2022 às 08h09

Ciro Gomes se compromete a propor um código de leis trabalhistas

19/08/2022 às 07h32

Lula: pobres precisam voltar 'a comer, trabalhar e andar de avião'

19/08/2022 às 07h30

Lula promete criação de ministérios para indígenas e pequenas empresas

18/08/2022 às 22h16

Frente inter-religiosa publica nota de repúdio a Michelle Bolsonaro

18/08/2022 às 21h59

Ciro Gomes fala em reforma da CLT, caso seja eleito

18/08/2022 às 21h57

Sem comentar sobre agressão, Bolsonaro usa live para criticar esquerda

18/08/2022 às 21h55

Soraya Thronicke assina compromisso com Presidente Amigo da Criança

18/08/2022 às 21h39