Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

'Quem tem prazo, não tem pressa' diz Priscila Krause sobre futuro, após saída do DEM

Publicado em: 10/11/2021 12:52 | Atualizado em: 10/11/2021 13:24

 (Foto: Mariana Carvalho/ Divulgação)
Foto: Mariana Carvalho/ Divulgação

Protagonizando o mais recente episódio político que tem repercutido em Pernambuco, a deputada estadual Priscila Krause, após ter anunciado ontem sua saída do DEM, agora tem a sua frente um novo desafio: a escolha do partido que pavimentará seus caminhos para as eleições de 2022. Em entrevista ao programa Manhã na Clube desta quarta-feira, a parlamentar deixou claro que continuará somando forças no grupo de oposição, e  parafraseando Marco Maciel - a quem ela chama de grande líder -, disse: "quem tem prazo, não tem pressa".

 

Após 27 anos no Democratas, Priscila Krause decidiu desfiliar-se da legenda onde iniciou sua carreira política, aos 16 anos. Em carta publicada ontem, ela disse que o principal motivo de sua saída foi a fusão entre DEM e PSL para a formação do União Brasil, processo que ela disse ter discordado desde o início.  “O meu partido não vai mais existir. Na verdade, eu não saio, ele (DEM) acaba e vira um outro”, disse a deputada ao titular do programa Manhã na Clube, Rhaldney Santos.  “Com todo respeito aos que fazem o partido e, principalmente, aqueles que fazem o partido nacionalmente, mas eu discordei desde o primeiro momento da condução desse processo”, declarou.

 

Uma das grandes opções que se apresentam para Priscila Krause é a ida para o PSDB de Raquel Lyra, prefeita de Caruaru e presidente estadual da sigla, nome que a parlamentar apoia para concorrer ao governo do estado. Essa seria uma aliança que se tornaria inviável caso Priscila permanecesse no DEM após a chegada do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (DEM), que já teve sua pré-candidatura lançada pelo Democratas. Outra sigla que também se apresentado como opção é o Cidadania do deputado federal Daniel Coelho, que ontem, após o anúncio de desfiliação da deputada, desejou boas-vindas a mais nova integrante do movimento Levanta Pernambuco, formado por PSDB, Cidadania, PL e PSC. "Nunca duvidei que esse é o seu time", escreveu o deputado em publicação no Instagram.

 

Questionada sobre para onde pretende migrar, Priscila comentou que o seu “futuro ainda não está certo do ponto de vista partidário”, deixando claro que se filiará a alguma legenda de oposição. “Ainda vou analisar, ver o cenário, conversar com várias pessoas de outros partidos para ter uma decisão tão serena quanto a que eu tive de não ficar no União Brasil”, comentou.

 

 

Priscila Krause também já teve seu nome citado como uma possível alternativa para formação de chapa majoritária com Raquel Lyra nas eleições de 2022. Comentando o assunto, a parlamentar não negou a possibilidade, mas disse que seguirá construindo caminhos que possibilitem sua reeleição para a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). “Nesse grupo (da oposição) existem pessoas que jamais faltaram a Pernambuco. Hoje, a maneira que posso contribuir é pavimentando o meu caminho para ter condições de disputar um mandato à reeleição”, destacou. 

 

“Vou usar o tempo ao meu favor e seguir a máxima de um dos meus grandes líderes que era (o ex-vice-presidente da República pelo PFL) Marco Maciel: “quem tem prazo, não tem pressa”.

 

 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Laboratório anuncia teste para diferenciar o coronavírus da gripe A e B
Manhã na Clube: entrevistas com Alberto Feitosa (PSC), Márcia Horowitz e Andreia Rodrigues
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Pessoas que já tiveram covid podem adoecer novamente devido à ômicron
Grupo Diario de Pernambuco