Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

FILIAÇÃO DE BOLSONARO

Presidente do PL garante autonomia a Anderson Ferreira na escolha de chapas em PE

Publicado em: 12/11/2021 16:30

 (Foto: Reprodução/@andersonferreira.22)
Foto: Reprodução/@andersonferreira.22
O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, está há cerca de dois anos sem partido e, como pretende disputar a reeleição em 2022, iniciou conversas com algumas siglas e terminou dividido entre o PP e o PL. Ao que tudo indica, no entanto, sua indecisão teve fim e a filiação ao Partido Liberal está sendo negociada para o próximo dia 22 com o presidente da sigla, Valdemar da Costa Neto. O movimento político do presidente causou reboliço em Pernambuco, especialmente no grupo político do prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira, o presidente estadual do PL. 

Cotado para ser candidato ao Senado ou vice-governador em chapa composta ao lado da prefeita de Caruaru e presidente do PSDB em Pernambuco, Raquel Lyra, Anderson temia que a vinda de Bolsonaro ao partido pudesse fazê-lo perder poder de decisão na composição de chapas no estado. 

Diante do cenário aparentemente desfavorável, conversou com Valdemar por telefone na terça-feira (9), embarcando para Brasília na quarta-feira (10), onde conversaram pessoalmente um dia antes do presidente do PL ir à mesa com Bolsonaro para fechar os últimos detalhes para sua filiação.

Após as tratativas, nesta sexta-feira (12), o PL divulgou uma nota oficial em seu site, assinada por Valdemar da Costa Neto, afirmando que Anderson Ferreira terá autonomia e apoio para definir as chapas para as eleições majoritárias e proporcionais em Pernambuco. 

“Venho por meio desta esclarecer que caberá ao presidente do PL de Pernambuco, Prefeito Anderson Ferreira, a condução dos trabalhos para a escolha dos nomes que constarão na chapa de candidatos majoritários e proporcionais das próximas eleições do Estado. Por conseguinte, as direções tomadas pela direção da legenda em Pernambuco contam com pleno apoio da direção nacional do partido”, escreveu Valdemar.

Assim sendo, espera-se que o bloco oposicionista pernambucano do qual faz parte o prefeito de Jaboatão, composto pelos partidos PL, PSDB, PSC e Cidadania, tenha mais de um palanque presidencial no estado, concentrando a discussão em Pernambuco e evitando ao máximo a nacionalização dos debates.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Pessoas que já tiveram covid podem adoecer novamente devido à ômicron
Reino Unido aprova mais um medicamento contra Covid-19
Manhã na Clube: entrevista com o deputado estadual Eriberto Medeiros (PP), presidente da Alepe
Grupo Diario de Pernambuco