Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

ELEIÇÕES

'Não haverá derrotados', diz Doria sobre prévias do PSDB

Publicado em: 20/11/2021 18:49

 (Foto: Minervino Junior/D.A. Press)
Foto: Minervino Junior/D.A. Press
O governador de São Paulo, João Doria, disse que não haverá perdedores nas prévias do PSDB, que ocorrerão neste domingo (20/11). Ele disputa, com o governador Eduardo Leite e com Arthur Virgilio, a vaga de candidato à presidência da República pelo PSDB.

Em coletiva de imprensa, em Brasília, onde se prepara para o embate de amanhã, ele disse que "o grande vencedor das prévias será a democracia". Ele elogiou seus adversários nas prévias e disse que o sistema contribui para a saúde da democracia e para o avanço do partido.

Segundo Doria, o vencedor terá de dialogar com outros partidos e pré-candidatos para formar um aliança para derrotar Lula e Bolsonaro em 2022. Ele citou como exemplos o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro; o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta e o presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco. "O vencedor terá a missão de dialogar com outros partidos e candidatos para formar a terceira via", disse Doria.

Ele estava acompanhado de nomes como o senador Izalci Lucas (PSDB-DF), o deputado Alexandre Frota (PSDB-SP), o vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia e outros prefeitos e deputados do partido. As prévias ocorrem de 7h às 19h deste domingo e o vencedor representará o PSDB na disputa presidencial em 2022. O evento ocorre no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Variante ômicron representa risco elevado para o planeta
Candidato à presidência do Náutico, Plínio Albuquerque revela projetos para o clube
Manhã na Clube: entrevistas com Humberto Costa (PT), Bia Villa-Chan e o advogado Lucas Arcoverde
Carnaval: a tragédia anunciada de uma nova onda de Covid-19
Grupo Diario de Pernambuco