Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

COP26

Na ausência do Governo Federal, governadores se destacam em acordos na COP26

Publicado em: 12/11/2021 18:24

 (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação
Com a ausência do Governo Federal na Conferência Mundial do Clima, que provocou desconforto em diversas lideranças brasileiras e internacionais, o diálogo para iniciativas que envolvem o Brasil na agenda climática internacional abriu espaço para outros atores políticos, como governadores e alguns parlamentares, dialogando com entidades internacionais e países-chave para combater as mudanças climáticas, como a China, por exemplo. 

“A falta de compromisso com o tema sustentabilidade e preservação ambiental ficou clara desde o primeiro momento com o descaso com que esse momento da COP foi tratado. Pra piorar, o ministro do Meio Ambiente faz um discurso dizendo que onde há  Floresta, há pobreza. Essa visão é tudo que devemos combater. Preservação, neutralidade climática e, sobretudo, uma economia mais verde é o caminho para virarmos a chave dessa discussão”, avaliou o governador de Pernambuco, Paulo Câmara.

Paulo firmou contratos para ações de preservação e atração de investimentos em economia verde, acompanhado dos chefes do executivo dos estados do Pará, Hélder Barbalho; do Piauí, Wellington Dias; de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva; do Espírito Santo, Renato Casagrande; do Ceará, Camilo Santana; de São Paulo, João Dória; e do Mato Grosso, Mauro Mendes.

A principal agenda do pernambucano na captação de investimentos aconteceu na terça-feira (9), num encontro com o enviado especial da China à COP26, Xie Zhenhua, conhecido como a maior autoridade chinesa no tema meio ambiente. O representante do país asiático mostrou-se a par do potencial da Região Nordeste do Brasil e assegurou que apresentará as de negócios para investidores na China.

Em diálogo com o representante da União Europeia,  Carles Puigmarti, Paulo Câmara definiu um prazo para a conclusão do Plano Estadual de Descarbonização. O estudo, que deve ficar pronto até março de 2022, terá recursos da União Europeia para a contratar especialistas.

Em Glasgow o governador também anunciou, conforma já foi noticiado, um investimento de R$ 75 milhões para ações de reflorestamento, preservação de nascentes e tratamento de resíduos sólidos. Paulo Câmara ainda assinou a Declaração de Edimburgo, confirmou a meta de neutralidade de emissões de gases do efeito estufa até 2050 e determinou a divulgação do encontro internacional da Rede de Governos Locais pela Sustentabilidade (ICLEI) para o próximo mês de março, no Recife.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Alberto Feitosa (PSC), Márcia Horowitz e Andreia Rodrigues
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Pessoas que já tiveram covid podem adoecer novamente devido à ômicron
Reino Unido aprova mais um medicamento contra Covid-19
Grupo Diario de Pernambuco