Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

Maioria da bancada pernambucana permaneceu contra PEC dos Precatórios na Câmara

Publicado em: 10/11/2021 15:51

 (Foto: Câmara dos Deputados)
Foto: Câmara dos Deputados
Com 323 votos a favor e 172 contra, o texto da Proposta de Emenda à Constituição 23/21, PEC dos Precatórios, foi aprovado ontem, em segundo turno, na Câmara Federal. A investida abre caminhos para a efetivação do Auxílio Brasil. Durante a votação, algumas movimentações da bancada pernambucana chamaram atenção. A principal delas foi a do deputado e líder do PDT na Câmara, Wolney Queiroz, que, diferente do primeiro voto, se manifestou contrário à decisão. Outros dois parlamentares, antes ausentes, votaram a favor da proposta: Fernando Filho (DEM) e Ricardo Teobaldo (Podemos). A maioria dos pernambucanos permaneceu contra a PEC.

As votações de algumas bancadas durante o primeiro turno geraram instabilidades no Congresso e fora dele.  O PDT foi um dos grupos que gerou insatisfação, dos 21 parlamentares pedetistas da Casa, 15 se posicionaram a favor da PEC. Após o ocorrido, o candidato à presidência pela sigla pedetista, o ex-governador Ciro Gomes (PDT), chegou a cogitar a suspensão de sua candidatura. O deputado federal Túlio Gadêlha também se posicionou contra as votações favoráveis classificando o episódio como “erro crasso”.

Em Pernambuco, o presidente estadual do PDT, Wolney Queiroz (PDT), foi um dos parlamentares a votar a favor da PEC 23/21 no primeiro turno, gerando, inclusive, rusgas dentro do seu núcleo familiar. O pai de Wolney, o deputado estadual José Queiroz (PDT), em pronunciamento na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) disse ter ficado “contrariado” com o posicionamento do filho e acreditava em uma mudança de postura, foi o que ocorreu.  

Durante a votação do segundo turno realizada ontem, Wolney Queiroz  voltou atrás em sua decisão e se manifestou contra a aprovação da proposta. Em entrevista concedida à CBN Caruaru nesta quarta-feira, o parlamentar disse que o motivo da mudança de postura “foi a preservação da unidade interna”. 

Ausentes no primeiro turno, os deputados federais Fernando Filho e Ricardo Teobaldo marcaram presença no segundo turno votando a favor da PEC dos Precatórios. Em relação ao primeiro turno, não houve uma mudança numérica significativa no segundo dentro da bancada pernambucana, tendo a maioria de seus integrantes permanecido contra a aprovação da proposta. Dos 25 parlamentares de Pernambuco na Casa, 13 votaram contra, 10 a favor e dois ausentes. Agora o texto da proposta seque para o Senado Federal

PEC

Aprovada ontem na Câmara Federal, a PEC dos Precatórios tem o papel de definir valor de despesas anuais com precatórios, corrigir valores pela taxa Selic, além de alterar o cálculo do teto de gastos, ponto preponderante para viabilizar o Auxílio Brasil – que pôs fim ao Bolsa Família -, criado pelo governo federal, oferecendo um valor mensal de R$ 400,00 aos beneficiários até o fim de 2022. 

Veja como votou a bancada pernambucana na Câmara:

Segundo turno

Sim:
André Ferreira (PSD)
 Augusto Coutinho (SD)
 Eduardo da Fonte (PP)
Fernando Coelho Filho (DEM)
 Fernando Monteiro (PP)
 Ossesio Silva (Republicanos)
 Pastor Eurico (Patriota) 
 Ricardo Teobaldo (Podemos)
 Sebastião Oliveira (Avante)
 Silvio Costa Filho (Republicanos)

Não:
André de Paula (PSD)
Carlos Veras (PT)
Daniel Coelho (Cidadania)
Danilo Cabral (PSB)
Fernando Rodolfo (PL)
 Gonzaga Patriota (PSB)
Marília Arraes (PT)
 Milton Coelho (PSB)
Raul Henry (MDB)
 Renildo Calheiros 
Tadeu Alencar (PSB)
Túlio Gadelha (PDT)
Wolney Queiroz (PDT)
  
Ausentes:
Felipe Carreras (PSB)
Luciano Bivar (PSL)


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Pessoas que já tiveram covid podem adoecer novamente devido à ômicron
Reino Unido aprova mais um medicamento contra Covid-19
Manhã na Clube: entrevista com o deputado estadual Eriberto Medeiros (PP), presidente da Alepe
Grupo Diario de Pernambuco