Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

ELEIÇÕES

De volta à política, Moro fica entre os assuntos mais falados nas redes

Publicado em: 10/11/2021 19:30

Ex-juiz da Lava Jato filiou-se ao Podemos e fez um discurso a uma possível candidatura nas eleições de 2022 (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
)
Ex-juiz da Lava Jato filiou-se ao Podemos e fez um discurso a uma possível candidatura nas eleições de 2022 (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil )

O nome do ex-ministro da Justiça Sergio Moro está entre os assuntos mais falados nas redes sociais nesta quarta-feira (10/11). O ex-juiz da Lava Jato filiou-se ao Podemos e fez um discurso a uma possível candidatura nas eleições de 2022.

 

Nas redes sociais, internautas repercutem o discurso do ex-juiz. Muitos questionam se ele seria um bom presidente, já que não é querido nem pelo Supremo Tribunal Federal (STF), nem pelo Congresso, devido às ações da operação Lava Jato.

  

Randolfe mapeia 20 assinaturas em requerimento da CPI do orçamento secreto

O ex-ministro esteve afastado do Brasil durante o último ano. Em meio aos embates com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) após deixar o governo, Moro também se viu alvo de um julgamento no STF, que o considerou parcial nos julgamentos do ex-presidente Lula.

 

Agora de volta ao Brasil, Moro retoma a vida política. O ingresso dele no Podemos se dá a pouco menos de um ano das eleições de 2022. 

 

 

Apesar de ainda não antecipar qual cargo ele vai disputar na eleição do ano que vem, o evento do partido o anunciou como "futuro presidente da República".  

 

Veja aqui a repercussão nas redes 

 

 

 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Teresa Leitão (PT/PE), Almir Mattias e Renata Berenguer
Laboratório anuncia teste para diferenciar o coronavírus da gripe A e B
Manhã na Clube: entrevistas com Alberto Feitosa (PSC), Márcia Horowitz e Andreia Rodrigues
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Grupo Diario de Pernambuco