Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

ELEIÇÕES 2022

Ciro Gomes: 'Qual é a compreensão que o Sérgio Moro tem do drama brasileiro?'

Publicado em: 18/11/2021 12:16

 (Foto: Mauro Pimentel/AFP)
Foto: Mauro Pimentel/AFP
Na manhã desta quinta-feira (18), o pré-candidato do PDT à presidência da República, Ciro Gomes, concedeu uma entrevista ao vivo ao canal de TV CNN, no qual respondeu a questionamentos sobre o cenário que se desenha para 2022, e fez, como de costume, fortes críticas à gestão de Jair Bolsonaro à frente do Governo Federal. 

“Temos um presidente se desmoralizando gravemente pela crise econômica sem precedentes, pela crise moral, pela crise da saúde pública, da pandemia (...) Você tem hoje claramente o Bolsonaro com 20 a 25% e 85, 80% do povo brasileiro procurando alternativas”, disse Ciro. 

Na visão dele, o Supremo Tribunal Federal (STF) devolveu ao ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, “precocemente o nome de candidato”. “Lula estava cassado, sem direitos políticos, e volta dois anos antes da eleição com seus direitos políticos resolvidos e é o mais conhecido daqueles que antagonizam o Bolsonaro”, afirmou o pedetista.

Ciro, que vem buscando o posto de candidato alternativo à polarização entre o bolsonarismo e o Partido dos Trabalhadores, afirmando que o país precisa discutir uma mudança do modelo econômico e de governança política. 

“O modelo atual trouxe a corrupção, a fisiologia e o clientelismo para o centro do sistema político brasileiro e gerou uma tragédia. Considero que a tragédia Bolsonaro - sob o ponto de vista moral, político, ideológico, antidemocrático, genocida, corrupto - foi produto da tragédia econômica e moral da generalização da corrupção que o Lula impôs no Brasil”, afirmou Ciro.

Um fato recente que movimentou o cenário da corrida presidencial foi a filiação e anúncio da pré-candidatura do ex-juiz federal que atuou na Operação Lava Jato, Sergio Moro, que além de ter sido o algoz de Lula no campo jurídico (e, posteriormente, considerado suspeito por seu julgamento no STF), tornou-se ministro da Justiça e Segurança Pública do governo Bolsonaro antes de se indispor com o presidente após uma suposta tentativa de interferência na Polícia Federal. 

Uma pesquisa eleitoral realizada pela Genial Investimentos e QUaest Investimentos, divulgada na semana passada, apontou 6% de intenção de voto para Ciro Gomes, logo atrás de Moro, com 8%, Bolsonaro com 21% e Lula na liderança com folgados 48%. Desde então, o pedetista vem fazendo críticas mais fortes ao ex-ministro de Bolsonaro.

“Qual é a compreensão que o Sérgio Moro tem do drama brasileiro? Do desemprego em massa, da informalidade, queda da renda, desvalorização da moeda, da inflação e destruição da indústria? Qual a proposta, vivência e experiência que ele tem para oferecer aos brasileiros?”, questionou Ciro.
TAGS: Lula | Bolsonaro | Moro | Ciro Gomes | pdt |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Pessoas que já tiveram covid podem adoecer novamente devido à ômicron
Reino Unido aprova mais um medicamento contra Covid-19
Manhã na Clube: entrevista com o deputado estadual Eriberto Medeiros (PP), presidente da Alepe
Grupo Diario de Pernambuco