Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

CONDOLÊNCIAS

Bolsonaro relembra facada ao lamentar morte de Marília Mendonça

Publicado em: 07/11/2021 15:58

 (foto: Reprodução/Foco do Brasil/YouTube)
foto: Reprodução/Foco do Brasil/YouTube
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) lamentou neste sábado (6/11) a  morte da cantora Marília Mendonça, de 26 anos, em um trágico acidente aéreo, na tarde de sexta-feira (5/11), em Piedade de Caratinga (MG). O chefe do Executivo federal também prestou condolências às famílias das  demais quatro vítimas que estavam a bordo da aeronave. 

Bolsonaro aproveitou a ocasião para relembrar o atentado que sofreu em Juiz de Fora, em 6 de setembro de 2018. “O que eu mais pedi a Deus foi para não deixar a minha filha de 8 anos órfã. E, agora, com a Marília e mais quatro passageiros, aconteceu esse acidente lamentável”, comentou o presidente, lembrando que  a artista deixa um filho de um ano e 11 meses.
 
“Não sou pastor e nem padre, mas, por coincidência, eu falei durante a semana que a única coisa certa nessa vida é um ponto final para todos nós. Tão jovem e faleceu!”, destacou Bolsonaro, durante um vídeo gravado no 5° Esquadrão de Cavalaria, em Castro (PR). 

“É um sentimento de profundo vazio que acontece no nosso meio quando uma pessoa da nossa família ou de conhecimento nosso pela sua vida, pelo seu profissionalismo, nos deixa. Pedimos a Deus que conforte a ela e os familiares dos quatro que estavam com ela na aeronave”, finalizou. 

Velório  
 
O velório da Rainha da Sofrência, como era popularmente chamada, foi carregado de emoção neste sábado. O corpo da cantora chegou ao Ginásio Goiânia Arena por volta das 12h10 em um cortejo escoltado por carros da Polícia Militar. 
 
De início, apenas familiares e amigos estiveram dentro do espaço. A equipe da artista foi aplaudida quando chegou ao local. Os portões foram abertos para os fãs às 13h. 
 
Tragédia em MG
 
Faltavam apenas 4 km para artista e sua equipe concluírem a viagem entre Goiânia e Caratinga, no Vale do Rio Doce, quando a aeronave caiu em Piedade de Caratinga.
 
Conforme a Polícia Militar, o piloto da aeronave teria tentado fazer um pouso forçado e colidiu com as pedras da cachoeira. “Infelizmente, essa aeronave, quando estava próxima do aeroporto, teve dificuldade para aterrissar e tentou um pouso forçado”, informou o capitão Jefferson Luiz Ribeiro, chefe da comunicação da PM na cidade.

O avião que levava Marília Mendonça e sua equipe para Caratinga saiu do Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia, às 13h02, segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Foram quase 2h30 de voo. Os primeiros chamados para o Corpo de Bombeiros dão conta de que a aeronave caiu por volta das 15h30.
 
O avião, de prefixo PT-ONJ, pertence à PEC Táxi Aéreo, sediada em Goiânia. A aeronave estava em aproximação final para pouso no Aeroporto de Ubaporanga, quando caiu faltando 4 km para chegar na cabeceira da pista.  O acidente aconteceu próximo à BR-474.
 
Carreira meteórica
 
Marília Mendonça teve uma carreira meteórica na música sertaneja, desde que estreou como cantora, em 2015. Antes disso, ela já desempenhava um papel importante no meio como compositora, ainda adolescente.
 
A visibilidade nacional veio a partir da música “Infiel”, faixa de seu primeiro DVD, lançado em 2016. A partir daí, a cantora sertaneja emplacou uma série de outros sucessos, como “Sentimento louco”, “De quem é a culpa?”, “Amante não tem lar”, “Como faz com ela”, “Supera” e “Bebi liguei”, entre outros.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Laboratório anuncia teste para diferenciar o coronavírus da gripe A e B
Manhã na Clube: entrevistas com Alberto Feitosa (PSC), Márcia Horowitz e Andreia Rodrigues
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Pessoas que já tiveram covid podem adoecer novamente devido à ômicron
Grupo Diario de Pernambuco