Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

CPI DA COVID

'Prevent Senior proibia profissionais de usarem máscara', diz médico à CPI

Publicado em: 07/10/2021 14:08

 (crédito: Edilson Rodrigues/Agência Senado)
crédito: Edilson Rodrigues/Agência Senado
Ex-médico da prevent Senior, Walter Correa de Souza afirmou, nesta quinta-feira (7), durante depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, que o plano de saúde não respeitava a autonomia médica. Segundo ele, a empresa obrigava os profissionais de saúde a receitarem a pacientes com Covid-19 remédios sem eficácia comprovada contra a doença.

Walter disse ainda, em oitiva, que ele e os colegas eram obrigados a trabalhar sem máscara de proteção contra o novo coronavírus. "Eu tive que tirar a máscara e me expor ao risco. Eu não tinha o direito nem de me proteger. Eu acho que isso é o cúmulo da falta de autonomia", disse aos senadores.

O depoimento do médico contradiz o que foi relatado à CPI pelo diretor da Prevent Senior, Pedro Benedito Batista Júnior, segundo o qual os médicos do plano de saúde contavam com total autonomia profissional.

A Prevent Senior passou a ser investigada pela CPI após denúncias de uma série de irregularidades, que incluem a retirada da citação da Covid-19 das certidões de óbito. A estratégia teria como objetivo omitir a ineficácia dos remédios que os médicos eram obrigados a receitar.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Teresa Leitão (PT), Fernandes Arteiro e José Teles
CPI da Pandemia recomenda indiciamento de Bolsonaro
Manhã na Clube: entrevistas com Sileno Guedes e com a nutricionista Joyce Alencastro
CPI da Pandemia chega ao final com homenagens às vítimas da Covid
Grupo Diario de Pernambuco