Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

OPERAÇÃO PAYBACK

Polícia Federal deflagra Operação Payback para investigar troca de favores políticos por vantagens pessoais

Publicado em: 15/10/2021 11:59 | Atualizado em: 15/10/2021 14:12

 (PF/ Divulgação)
PF/ Divulgação
Nesta manhã, a Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Payback (Retorno, em inglês), que investiga se houve troca de favores políticos por vantagens pessoais por parte de funcionários do Governo do Estado de Pernambuco. De acordo com a apuração, funcionários do Gabinete de Projeto Estratégico estariam envolvidos no possível esquema de corrupção.

Em uma operação anterior, “Operação Articulata”, foram reveladas moradias e reformas em imóveis sem contraprestação por parte de um dos alvos. Desde meados de 2018, o suspeito reside em imóvel de luxo, avaliado em valor médio de R$ 1.300.000 (um milhão e trezentos mil reais) cuja locação seria em torno de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) ao mês. Além disso, foram feitas reformas gratuitas neste mesmo imóvel e em uma casa de campo (feita por outro fornecedor), superando a quantia de R$ 100.000 (cem mil reais).  

De acordo com a delegada responsável pelo caso, Mariana Cavalcanti, as investigações já revelaram que um dos funcionários estaria recebendo vantagens financeiras pelos favores políticos.“ Ou seja, ele intermediava contratos para grandes fornecedores do Estado e era beneficiado com reformas em seus imóveis, como uma casa de campo, em Gravatá”, destacou.

Ao todo, foram quatro mandados expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5): Busca e apreensão, bloqueio de bens dos investigados e incomunicabilidade entre eles, atendendo parte do pedido da Polícia Federal. A PF também havia pedido prisão preventiva, monitoramento eletrônico, afastamento cautelar de função pública e sequestro dos imóveis investigados, mas o pedido foi indeferido pelo TRF5.

“Com relação à operação da Polícia Federal realizada hoje (15.10), o Governo de Pernambuco reafirma a disposição de prestar todos os esclarecimentos necessários, como sempre tem feito, quando solicitado por órgãos de controle e fiscalização”, destacou o Governo de Pernambuco, em nota. Até o momento dessa postagem, o Gabinete de Projeto Estratégico estava apurando internamente as informações e ainda não tinha posicionamento sobre o assunto.


Gabinete de Projeto Estratégico
O Gabinete é um órgão da Administração Direta do Poder Executivo Estadual. 
Funções do gabinete, de acordo com o site do órgão:
-Desenvolver, gerir ações e programas para implementação de projetos estratégicos para o estado, em articulação com a União, outros Estados e municípios;
-Supervisionar e executar obras e empreendimentos; 
-Autorizar a elaboração de projetos básicos e executivos de engenharia; 
-Participar de reunião em órgãos conveniados; 
-Autorizar, homologar processos licitatórios dentro de suas competências; 
-Ordenar despesas; 
-Assessorar o Governador diretamente em sua área de atuação.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Carnaval: a tragédia anunciada de uma nova onda de Covid-19
Bolsonaro vê como provocação recepção de Lula por Macron
Manhã na Clube: entrevistas com Laura Gomes (PSB), Micaelly Duarte e José Lopes
Movimento Educar: panorama completo de matemática para o Enem
Grupo Diario de Pernambuco