Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

Joice Hasselmann deixa o PSL após fusão com o DEM, sua entrada no PSDB será hoje

Publicado em: 07/10/2021 09:38 | Atualizado em: 07/10/2021 09:57

 (Cleia Viana/Câmara dos Deputados)
Cleia Viana/Câmara dos Deputados

O partido Nova União (resultado da fusão entre o DEM e o PSL) já estava preparado para sofrer uma “debandada” antes mesmo de ser oficializado e, hoje, as primeiras pessoas começaram a abandonar o partido. A deputada federal Joice Hasselmann (PSL) declarou que sairia da sigla, sua casa desde 2018, e ingressaria no PSDB. “PSL virou biruta de aeroporto, cada hora vai para um lado”, disparou Joice, em entrevista com UOL em setembro.

A saída em massa do novo partido foi algo previsto pelos representantes do antigo DEM e PSL. “Já consideramos que em um primeiro momento vão haver saídas do novo partido. Vamos fundir, vai se abrir a janela partidária e é natural que muitos saiam, aqueles que não estiverem satisfeitos e não tiverem uma visão coincidente com a nossa”, comentou o então presidente do DEM, ACM Neto, no final de setembro. “Considero isso algo positivo”, acrescentou.

Em entrevista ao Metrópoles, Joice alfinetou o Nova União, afirmando que a sigla seria o maior partido do Brasil, com a maior bancada, apenas “até as próximas eleições”. “Esse maior partido do Brasil não vai durar um ano. A eleição vai mostrar, vai fazer uma depuração disso. Não tem como dar certo”, comentou. Além de criticar o Nova União, Joice também ressaltou opiniões sobre o DEM e o PSL. “A bancada do PSL é uma bancada completamente doida. Se você faz uma peneirada, você separa uma meia dúzia de deputados que entregam alguma coisa, que trabalham”, assinalou. “Como o pessoal do DEM é muito mais experiente, vão dar nó em pingo d’água”, ponderou a parlamentar.


Joice é uma das várias lideranças políticas que se elegeu na onda bolsonarista de 2018, mas, assim como o governador Dória (PSDB), os ex-ministros Moro e Mandetta (possível candidato à presidência pelo Nova União) e outras figuras, a deputada entrou na contramão do presidente, disparando críticas públicas a Bolsonaro (sem partido) e seus filhos. Agora a parlamentar mira no PSDB, que recentemente declarou oposição ao presidente. A filiação acontecerá hoje, no início da tarde.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Destaque do Náutico, meia Jean Carlos completa 100 jogos com a camisa alvirrubra
Baixas na equipe de Guedes
Trump anuncia planos para lançar nova rede social
Manhã na Clube: entrevistas com Teresa Leitão (PT), Fernandes Arteiro e José Teles
Grupo Diario de Pernambuco