Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

7 DE SETEMBRO

Renan Calheiros sobre Bolsonaro: 'Lidera quem o segue cegamente como zumbi'

Publicado em: 08/09/2021 10:31 | Atualizado em: 08/09/2021 10:52

 (Foto: Edilson Rodrigues/AFP)
Foto: Edilson Rodrigues/AFP

Depois dos atos de 7 setembro, o senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da COVID, usou as redes sociais nesta quarta-feira (8/9) para criticar aqueles que se manifestaram em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

 

Para o parlamentar, os apoiadores do chefe do Executivo ‘são minoria’ comparados à oposição. “Bolsonaro só lidera a parcela que o segue cegamente como zumbi. Comemora o desemprego, a volta da fome e a fila do osso, o aumento da comida, da conta de luz, da gasolina, o boicote à vacina, espalha o vírus, ri dos enlutados e prega a anarquia militar. Felizmente, são minoria”, escreveu em seu perfil no Twitter.

 

 (Renan Calheiros via Twitter)
Renan Calheiros via Twitter
 

 

O Dia da Independência deste ano foi palco de manifestações contrárias e favoráveis a Bolsonaro. Do lado pró-governo, manifestantes pedem a destituição de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), voto impresso e até mesmo intervenção militar com o político no poder.

 

Já opositores do presidente da República defenderam seu impeachment. O movimento voltou a ganhar força após o chefe do Executivo intensificar os ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ameaçar não cumprir decisões do ministro Alexandre de Moraes em discurso a seus apoiadores durante as manifestações.

 

"E dizer àqueles que querem me tornar inelegível em Brasília: só Deus me tira de lá. Só vou sair preso, morto ou com a vitória. Dizer aos canalhas que eu nunca serei preso. A minha vida pertence a Deus, mas a vitória pertence a todos nós", disse Jair Bolsonaro em ato na Avenida Paulista, em São Paulo.

 

Nesta quarta-feira (8/9), o PSDB convocou uma reunião com membros do PSD, Solidariedade e MDB, partido de Renan Calheiros, para discutir um possível apoio à cassação do mandato do chefe do Executivo.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
As mães em plena pandemia: casal paulista adota cinco irmãos de Serra Talhada
Bolsonaro aumenta IOF para custear novo Bolsa Família
Surto de Covid-19 obriga Presidente da Rússia a ficar em isolamento
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado Eduardo da Fonte (PP), Elias Paim e Diego Martins
Grupo Diario de Pernambuco