Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

RECIFE VIRADO

Prefeitura lança programa 'Recife Virado' para a retomada econômica da capital

Publicado em: 09/09/2021 13:59 | Atualizado em: 09/09/2021 14:08

 (Rodolfo Loepert- Divulgação)
Rodolfo Loepert- Divulgação
A prefeitura do Recife lançou nesta quinta-feira o programa Recife Virado, que conta com uma série de ações socioeconômicas e ampliação de investimentos para a recuperação da economia pós-pandemia. As primeiras medidas são a inclusão do PIX para pagamentos municipais, programa de parcelamento incentivado- com desconto de até 100% nas multas e juros de débitos com a cidade- e o lançamento de um novo portal de serviços, permitindo qualquer tramitação de processos com a prefeitura via online.

“O papel da prefeitura é poder ligar as pessoas e promover os serviços pensando nelas”, disparou o prefeito João Campos (PSB). “O Recife virado começa com uma ação estruturante, compreendendo o que a pandemia causou na dinâmica econômica da cidade”, explicou o socialista. O projeto foi divulgado via live da prefeitura e contou com a presença da vice-prefeita, Isabella de Roldão (PDT), o Secretário do desenvolvimento econômico, ciência, tecnologia e inovação, Rafael Dubeux, a  Secretária de finanças, Maíra Fischer, o secretário de governo, Carlos Muniz, o secretário de comunicação, Rafael Marroquin, o procurador geral do município, Pedro Pontes, o presidente da câmara municipal do Recife, Romerinho Jatobá (PSB) e o líder do governo na Câmara, Samuel Salazar (MDB).

O Recife Virado é baseado em dois eixos principais, a capacitação de investimentos públicos e a facilitação de investimentos privados, por meio da melhoria do ambiente de negócios para Parcerias Público-Privadas (PPPs). As ações contam com uma base de inovação tecnológica e  projetos sustentáveis para a transição para uma economia de baixo carbono. “Por meio dessas duas diretrizes a gente vai conseguir dar um salto significativo na capacidade de investimento público do Recife e na facilitação do investimento privado na cidade”, explicou Rafael Dubeux. “Será uma série de ações que vão ser anunciadas ao longo das próximas semanas. Setor Público, privado e academia. Os casos de sucesso tem uma sinergia entre esses três ramos”, complementou o secretário.

Outra ação é a desburocratização de processos que envolvam a prefeitura, para facilitar a vida do cidadão e do investidor. “A burocracia não deve ser burra, pelo contrário, tem que existir o mecanismo de controle, mas não pode ser um freio no crescimento”, ponderou João Campos. O acesso remoto aos serviços da pasta de finanças colabora para a transparência da pasta. “O Conecta Recife é mais do que vacina, é a aproximação da população com o serviço público, tudo que a gente precisa está ali. A desburocratização aproxima as pessoas”, ressaltou a vice-prefeita. “Quando a gente traz a desburocratização, a gente tá vendo que as pessoas vão acessar de forma muito mais fácil, está na palma da mão”, completou Isabella de Roldão.

"Não é mais necessário o cidadão vir à prefeitura para ter acesso a qualquer serviço de finanças. Isso é um marco na nossa estratégia de transformação digital, um passo grande rumo à desburocratização dos serviços”, comentou Maíra Fischer. Além disso, os recifenses, a partir de hoje, podem usar o PIX para quitar débitos com o município, estendendo o atendimento de seis bancos para 756 instituições financeiras, o Recife é uma das primeiras capitais brasileiras a incluir esse meio de pagamento. O atendimento também será facilitado pelo “DAM”, chatbot de autoatendimento para extrato e emissão de débitos municipais.

Mais uma novidade apresentada foi o Programa de Parcelamento Incentivado (PPI). A iniciativa entrará em vigor do dia 20 de setembro até dezembro de 2021, oferecendo aos contribuintes com débitos a possibilidade de descontos na quitação. O contribuinte pode resolver essa questão de maneira online pelo Conecta Recife App. As condições oferecidas no PPI chegam a 100% de desconto nos juros e nas multas para dívidas adquiridas durante a pandemia e até 90% de desconto nos juros e nas multas para débitos antes de 2020. Além disso, as opções de pagamento podem chegar a 96 parcelas.

“O que isso representa na prática? A capacidade de cobertura de saneamento da cidade vai aumentar em 50%, o número de vagas de creches será duplicado em 3 anos, a infraestrutura da cidade vai dar um salto muito grande. É para isso que a gente faz esse esforço fiscal, para garantir a entrega imediata ao cidadão. Aqui é o início do Recife Virado, muitas outras ações virão”, ponderou João Cam%u1E55os.

O projeto foi construído juntamente com os setores produtivos, segmentos econômicos e mais de 30 iniciativas privadas que contribuem para a economia da cidade. E novas ações devem ser anunciadas nas próximas semanas. O Programa Recife Virado seguirá com ações nas áreas de empregabilidade, ampliação da renda dos trabalhadores, geração de emprego por meio de investimentos públicos feitos na cidade, incentivos fiscais, entre outros.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Após erupção do vulcão Cumbre Vieja, especialistas temem gases tóxicos
Manhã na Clube: Lucas Ramos (Sec. de Ciência e Inovação de Pernambuco) e dr. Catarina Ventura
Na ONU, Bolsonaro diz ser contra passaporte sanitário
Manhã na Clube: Augusto Coutinho, Laurice Siqueira, Frederico Preuss Duarte e Kaio Maniçoba
Grupo Diario de Pernambuco