Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

PROTESTOS

Ministro Barroso faz vídeo sobre intolerância às véspera do 7 de Setembro

Publicado em: 06/09/2021 17:05

 (Foto: Reprodução/YouTube)
Foto: Reprodução/YouTube
Sem citar o presidente Jair Bolsonaro, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso divulgou, em seu perfil no Twitter, um vídeo em que fala sobre intolerância e superação de adversidades. Nesta segunda-feira (6/9), quando começa o ano judaico 5782, o ministro deixou aos seus seguidores uma mensagem de feliz ano novo e um recado a todos sobre o caminho para se criar uma nação.

No vídeo, ele diz estarmos vivendo “tempos desafiadores, marcados pela intolerância, extremismos e uma pandemia”, por isso, a exemplo das dificuldades enfrentadas pelos judeus, sugeriu que o povo brasileiro se espelhe nessa história. “Outras civilizações pereceram por muito menos. Haveria muitas razões para tristeza, ressentimento e amargura, mas não caímos nessa armadilha. Em lugar disso, coragem e determinação ajudaram a criar uma nação”, continua Barroso.

Leia o discurso na íntegra:

"Shana Tová! Feliz 5782!

Renovamos nossa fé, nossos afetos e esperança. A humanidade vive tempos desafiadores, marcados pela intolerância, extremismo e uma pandemia que já consumiu milhares de vidas. Nós precisamos, mais do que nunca, de solidariedade, fraternidade e também de alegrias. O povo judeu é um bom exemplo para todos de superação da adversidade. Nossa história sempre foi marcada por lutas e superação. A escravidão no Egito e na Babilônia, as destruições no templo, os horrores da Inquisição e do Holocausto. Outras civilizações pereceram por muito menos. Haveria muitas razões para tristeza, ressentimento e amargura, mas não caímos nessa armadilha. Em lugar disso, coragem e determinação ajudaram a criar uma nação. A história judaica nos mostra que a vida é feita de desafios, resistência e de recomeços.

Meu carinho a todos que sofreram perdas afetivas nesse triste período e meu desejo para que possamos sair de tudo isso como pessoas melhores, comprometidas com a causa da humanidade, que são a justiça, a paz e a fraternidade. Feliz ano novo Shana Tová, que sejamos todos inscritos no livro da vida e das boas ações".
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
As mães em plena pandemia: casal paulista adota cinco irmãos de Serra Talhada
Bolsonaro aumenta IOF para custear novo Bolsa Família
Surto de Covid-19 obriga Presidente da Rússia a ficar em isolamento
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado Eduardo da Fonte (PP), Elias Paim e Diego Martins
Grupo Diario de Pernambuco