Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

CPI DA COVID

Hang exibe vídeo com propaganda da Havan na CPI da Covid

Publicado em: 29/09/2021 13:10

 (foto: Leopoldo Silva/Agência Senado)
foto: Leopoldo Silva/Agência Senado
O empresário Luciano Hang iniciou seu depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid nesta quarta-feira (29) exibindo um vídeo com propaganda da sua empresa, lojas Havan. A reprodução foi interrompida após reclamações dos senadores.
"Senhor presidente, com todo respeito, isso é propaganda de empresa. Ele está usando a marca da empresa, o princípio da impessoalidade", reclamou Fabiano Contarato (Rede-ES)  com o chefe do colegiado, Omar Aziz (PSD-AM).

"O que isso tem haver com a CPI?", perguntou em seguida Eliziane Gama.

Posteriormente, o presidente da CPI pede que esse debate não desvie o foco do depoimento de Hang. "Quem depõe hoje é o senhor Luciano Hang, não a loja Havan. Se houve um lapso da presidência em permitir que esse vídeo fosse exibido, não quero começar as coisas com um debate histérico. Vou ter paciência para que a gente conduza esses trabalhos", afirmou Aziz.
 
‘Não sou negacionista’
 
Mesmo com diversos registros em que defende o tratamento precoce para infectados com a Covid-19, Luciano Hang disse em sua fala inicial que não é “negacionista” e que sempre defendeu a vacinação.

Aliado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o empresário afirmou ter doado 200 cilindros de oxigênio e outros insumos para pacientes no estado do Amazonas e defendido a compra de imunizantes pela iniciativa privada.

“Não sou negacionista. Nunca neguei ou duvidei da doença. Tanto que minhas ações não ficaram nó no discurso. Mandei 200 cilindros de oxigênio para Manaus, no valor de R$ 1 milhão. Respiradores, máscaras, camas, utensílios. Não sou nem nunca fui contra vacina. Tanto que disponibilizei todos os nossos estacionamentos como pontos de vacinação. Além disso, juntamente com outros empresários, fizemos campanha para que a iniciativa privada pudesse comprar [vacinas] para doar e ajudar o país a acelerar o processo de imunização”, declarou.

Hang também afirmou que não conhece e não faz parte de um "gabinete paralelo", e ainda negou ter financiado esquemas de fake news, caso investigado em inquérito que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF).
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Trump anuncia planos para lançar nova rede social
Manhã na Clube: entrevistas com Teresa Leitão (PT), Fernandes Arteiro e José Teles
CPI da Pandemia recomenda indiciamento de Bolsonaro
Manhã na Clube: entrevistas com Sileno Guedes e com a nutricionista Joyce Alencastro
Grupo Diario de Pernambuco