Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

AMEAÇA

Ex-policial que ameaçou matar Alexandre de Moraes tem prisão decretada

Publicado em: 06/09/2021 18:57

 (Foto: Nathalia Manzaro/SSP/SP - 14/8/15)
Foto: Nathalia Manzaro/SSP/SP - 14/8/15
O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decretou a prisão preventiva do ex-policial militar Cássio Rodrigues Costa Souza, de Minas Gerais, após ser ameaçado de morte por ele na internet. A determinação veio após um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), feito nesta segunda-feira (6). Moraes também solicitou o bloqueio de todas as redes sociais do ex-militar.

“A conduta do requerido, narrada pela Procuradoria-Geral da República, revela-se ilícita e gravíssima, constituindo ameaça ilegal à segurança dos Ministros do Supremo Tribunal Federal, revestindo-se de claro intuito de, por meio de violência e grave ameaça — inclusive com ameaças de morte —, coagir e impedir o exercício da judicatura, atentando contra a independência do Poder Judiciário, com flagrante afronta à manutenção do Estado Democrático de Direito, em patente descompasso com o postulado da liberdade de expressão”, diz a decisão.

Em um post publicado nas redes sociais, nesta segunda-feira, Cássio Rodrigues Costa Souza disse que vai matar o ministro do STF no dia do feriado do Dia da Independência. “Terça-feira (7 de setembro) vamos te matar e matar toda a sua família, seu vagabundo”, escreveu no Twitter. O ex-policial ainda foi além. “Seu vagabundo, advogadinho de merda do PCC. Sou policial militar e nós militares te eliminaremos”, disse.

Após a publicação viralizar na internet, a conta do homem foi excluída definitivamente do Twitter por infringir as regras da plataforma. No entanto, a mensagem foi replicada em outros canais. O policial não colocou foto no perfil. A página apresentava apenas uma imagem do jogador de futebol Hulk, do Atlético Mineiro.

O nome de Cássio Rodrigues Costa Souza aparece no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais expedido no dia 24 de julho de 2018. O militar está na lista de policiais reformados por incapacidade física definitiva. Ele era lotado no 31º Batalhão da Polícia Militar de MG.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
As mães em plena pandemia: casal paulista adota cinco irmãos de Serra Talhada
Bolsonaro aumenta IOF para custear novo Bolsa Família
Surto de Covid-19 obriga Presidente da Rússia a ficar em isolamento
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado Eduardo da Fonte (PP), Elias Paim e Diego Martins
Grupo Diario de Pernambuco