Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

ATAQUE

Em tom de ameaça, pastor Silas Malafaia tenta intimidar Alexandre de Moraes

Publicado em: 15/09/2021 09:56

 (Foto: Redes sociais/Reprodução)
Foto: Redes sociais/Reprodução

Um vídeo do pastor Silas Malafaia fazendo uma série de intimidações ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, está repercutindo nas redes sociais. Em entrevista à jornalista Leda Nagle na última quinta-feira (9/9), o empresário disse que não tem medo de ser preso, já que ‘mexer com liderança religiosa’ no Brasil, é equivalente a cutucar 'uma casa de marimbondo com ferrão grande’.

 

“Sabe qual a possibilidade dele tocar em um líder religioso? De zero a cem? É de um. Dele tocar em mim?  De zero a cem é de uma distância. Ele sabe que mexer com liderança religiosa é uma casa de marimbondo com ferrão grande. Não que evangélico vá quebrar nada, não tem nada a ver com isso, mas a pressão sobre isso é gigante. Deputados e senadores, que são votos majoritários, levam a eleição com voto dos evangélicos. Não vai aguentar a pressão”, diz o pastor.

 

“Queria ver ele me prender. Tenho medo dessa cara não. Mas não tenho medo mesmo. Repito em alto bom som: ditador da toga. Tem que ter impeachment, não é digno de está vestido de toga no Supremo Tribunal. Pode vir do jeito que ele quiser que eu não tenho medo”, continuou.

 

Silas Malafaia é um dos líderes religiosos mais próximos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Nos atos de 7 de setembro na Avenida Paulista, na capital de São Paulo, o pastor esteve ao lado do chefe do Executivo enquanto ele deferiu diversos ataques a Alexandre de Moraes e outros ministros do STF durante discurso a apoiadores.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Combate à gordofobia vira lei no Recife
Medicamento contra Covid-19 é recomendado pela OMS
Manhã na Clube: José Queiroz (PDT), Kleiton Boschi, Clarissa de França e Cristina Pires
Skate feminino decola no Brasil após Olimpíadas
Grupo Diario de Pernambuco