Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

CRISE

Bolsonaro culpa quem está comendo mais pela inflação: 'Todo mundo engordou'

Publicado em: 10/09/2021 08:51

 (Foto: Reprodução/Facebook)
Foto: Reprodução/Facebook

O presidente Jair Bolsonaro relacionou nesta quinta-feira (9/9) a inflação de alimentos ao aumento do consumo e consequente ganho de peso por parte da população. A declaração ocorreu durante transmissão da costumeira live pelas redes sociais.

 

"Aumentou a inflação no Brasil. Não vou negar que não aumentou. Por que aumentou no Brasil? Não foi só no Brasil, foi no mundo todo. O mundo todo passou a consumir mais. Além do mundo crescer em média mais de 60 milhões de habitantes por ano, ele passou a consumir mais. O pessoal ficou mais em casa", alegou.

 

Bolsonaro justificou que apesar de brasileiros passarem fome, a média dos que passaram a comer mais foi maior. "Aí o povo fala: não, o pessoal passou fome. Olha, muitos brasileiros passam mal. Sei disso. Alguns passam fome? Sim, passam fome. Mas a média dos que passou (sic) a comer mais foi bem maior. Se você perguntar em casa, ou olhar para você e lembrar quanto você pesava no passado e pesa agora, na média, todo mundo engordou um pouco mais. É uma realidade. Vão querer debochar de mim, descer o cacete em mim, mas é uma realidade", acrescentou, voltando a colocar a culpa da alta dos preços em governadores 

por conta de medidas restritivas adotadas na pandemia com a intenção de conter o aumento de casos de COVID-19. O presidente seguiu perguntando sobre os quilos extras de seus auxiliares.

 
"O Brasil passou a exportar mais. Alguns querem "segure exportação' para baixar o preço aqui". Quer que faça igual a Argentina fez? Ficou 30 dias sem exportar, não baixou o preço e teve desabastecimento? É o livre mercado, pessoal". 

Economia de energia
Ele também pediu que a população economize energia elétrica e que desligue luzes que não esteja utilizando. "Deixa eu fazer um pedido para a maioria dos brasileiros. Por favor, dá pra você apagar uma luz dentro de casa agora. Quando eu cheguei no Alvorada tinha uma piscina olímpica, tinha aquecedor elétrico, eu gostava de tomar banho lá. "Quanto deve gastar por mês?" "Uns R$ 10 mil". Mas aí eu mandei: 'Desliga'. Desde quando eu assumi não tem energia lá", disse.

"Eu peço a você agora, se puder desligar uma lâmpada agora na sua casa, desligue. Nós estamos enfrentando a maior crise hidrológica da história do Brasil. Os reservatórios estão lá embaixo. Até se você tem aquela lâmpada bem fraquinha, acesa, puxa o fio. Em novembro, se Deus quiser, começar a época de chuva. Se não chegar, a gente vai ter problemas. Mas dá para colaborar agora você apagando aí", apelou.

O presidente disse ainda que é possível economizar energia optando pelo não uso de elevadores. "Se der para você subir ou descer no seu prédio dois, três, quatro, cinco andares pela escada, suba. Não use o elevador, ajuda a gente. Se puder, quando fizer barba, usar menos água, ajuda a gente também. É um apelo que eu faço a todos vocês nesse momento aí", concluiu.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Após erupção do vulcão Cumbre Vieja, especialistas temem gases tóxicos
Manhã na Clube: Lucas Ramos (Sec. de Ciência e Inovação de Pernambuco) e dr. Catarina Ventura
Na ONU, Bolsonaro diz ser contra passaporte sanitário
Manhã na Clube: Augusto Coutinho, Laurice Siqueira, Frederico Preuss Duarte e Kaio Maniçoba
Grupo Diario de Pernambuco